Brasil e Argentina negociam criação de moeda; Haddad nega fim do real - Jornal Diário do Curimataú
Brasil e Argentina negociam criação de moeda; Haddad nega fim do real

Brasil e Argentina negociam criação de moeda; Haddad nega fim do real

COMPARTILHE

 


BBC -

A possibilidade de criação de uma moeda comum de Brasil e Argentina para transações comerciais virou um dos principais assuntos da visita do presidente Lula ao país vizinho — a sua primeira viagem internacional desde que tomou posse.⁠
“Decidimos avançar nas discussões sobre uma moeda sul-americana comum, que possa ser usada tanto para os fluxos financeiros como comerciais, reduzindo os custos operacionais e nossa vulnerabilidade externa”, disse numa carta conjunta com Alberto Férnandez, presidente argentino.⁠
Muitas pessoas entenderam que Brasil e Argentina poderiam criar algo como o euro — uma moeda única entre as duas maiores economias da América do Sul que substituiria tanto o peso argentino como o real brasileiro.⁠
No entanto, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, desmentiu a notícia ao desembarcar em Buenos Aires.⁠
A moeda comum que os dois países estudam criar no futuro serviria apenas para facilitar transações comerciais sem a necessidade de recorrer ao dólar.⁠
Ela seria muito diferente do euro — que é uma moeda única que substituiu moedas nacionais em 20 dos 27 países da União Europeia.⁠
Na verdade, a proposta em estudo entre Brasil e Argentina mais parece uma moeda virtual.⁠


Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter, Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.