Em Nova York: descoberta da variante Ômicron em animais preocupa cientistas - Jornal Diário do Curimataú
Em Nova York: descoberta da variante Ômicron em animais preocupa cientistas

Em Nova York: descoberta da variante Ômicron em animais preocupa cientistas

COMPARTILHE

 


Agência Brasil -

A variante Ômicron da covid-19 foi detectada pela primeira vez em animais. De acordo com pesquisa divulgada nessa terça-feira, uma população de 30 milhões de veados de cauda branca pode se tornar hospedeira desta cepa do novo coronavírus.

Cerca de 15% das amostras nasais e sangue de 131 veados em Nova York apresentaram anticorpos para o vírus. A pesquisa da Universidade Estadual da Pensilvânia sugere que os animais foram infectados anteriormente e são vulneráveis às novas variantes.

Encontrada pela primeira vez em animais selvagens, a variante Ômicron foi detectada justamente durante o aumento de infecções por covid-19 em todo o mundo. Não há evidências de que animais estejam transmitindo a doença para humanos. Uma das preocupações dos pesquisadores é que nos animais, o vírus sofre novas mutações.


Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter, Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.