Em Baraúna, polícias desativam carvoaria que funcionava de forma irregular no município - Jornal Diário do Curimataú
Em Baraúna, polícias desativam carvoaria que funcionava de forma irregular no município

Em Baraúna, polícias desativam carvoaria que funcionava de forma irregular no município

COMPARTILHE

 


Assessoria -

Uma ação conjunta das polícias Civil e Militar desativou nessa quarta-feira, 09 de fevereiro, uma carvoaria que funcionava de forma irregular na zona rural do município de Baraúna. A denúncia chegou ao conhecimento da 13ª Delegacia Seccional de Polícia Civil, sediada na cidade de Picuí, que adotou os procedimentos para a inspeção policial.

Equipes do Grupo Tático Especial (GTE) da 13ª DSPC, do Instituto de Polícia Científica (IPC) e da Polícia Ambiental (Polícia Militar) foram até o local e constataram as irregularidades. De acordo com o delegado seccional Iasley Almeida, não havia ninguém no terreno, mas o proprietário já foi identificado.

“Pelo que constatamos, trata-se de crime ambiental tipificado no artigo 60 da lei 9.6060/98, ou seja, as normas que versam sobre questões ambientais. O proprietário não tem permissão para exercer esse tipo de atividade, causando riscos ao meio ambiente”, disse o delegado.

O investigado será intimado a comparecer à delegacia, para prestar os devidos esclarecimentos.

 

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter, Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.