Mulher é presa recebendo drogas pelos Correios na Paraíba - Jornal Diário do Curimataú
Mulher é presa recebendo drogas pelos Correios na Paraíba

Mulher é presa recebendo drogas pelos Correios na Paraíba

COMPARTILHE

 


Paraíba Debate -

A Polícia Civil da Paraíba prendeu no início da tarde desta terça-feira (22) mais uma mulher suspeita de atuar em um esquema de tráfico de drogas enviadas pelos Correios. Com ela, os agentes encontraram três quilos de cocaina.

Com a ação desta terça, subiu para nove o número de suspeitos presos após serem flagrados por policiais civis recebendo encomendas contendo drogas. Ao todo já foram apreendidos 24 quilos de entorpecentes, entre maconha e cocaina, que seriam distribuídos em João Pessoa.

As prisões estão sendo realizadas por equipes da Delegacia de Repressão a Entorpecentes de João Pessoa (DRE/JP) e fazem parte da Operação “Conexão Acre II” deflagrada na última quinta-feira (17) pela Polícia Civil da Paraíba, com apoio da Polícia Civil do Estado do Acre e da Empresa de Correios e Telégrafos (ECT).

O objetivo ė desarticular um esquema criminoso que tenta distribuir na Paraíba drogas vindas do Acre, por meio dos Correios.

Segundo o delegado Bruno Germano, da DRE/JP, a mulher presa nesta terça-feira (22) teve o nome preservado em cumprimento a lei vigente. Ela foi flagrada por policiais civis no momento em que tentava receber uma encomenda contendo cocaína . O fato ocorreu por volta do meio-dia no bairro do Geisel, em João Pessoa. A mulher foi conduzida para a sede da DRE e será autuada por prática de crimes de tráfico de drogas. A cocaína apreendida será submetida a perícias e, em seguida, incinerado.

As investigações apontam que os suspeitos presos iriam ganhar R$ 1 mil para fornecer os próprios endereços, receber as drogas e, depois, entregar aos demais integrantes do grupo criminoso. A droga ë enviada de um fornecedor do Estado do Acre.

Na última quinta-feira (17) a Polícia Civil prendeu cinco pessoas praticando essa conduta. Na manhã do dia seguinte, foram três presos.

Apesar das ações, os trabalhos irão continuar para identificar outros envolvidos no delito.



Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter, Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.