Hacker invade solenidade virtual de inauguração de faculdade da UFRN em Currais Novos e exibe 'conteúdo inadequado' - Jornal Diário do Curimataú
Hacker invade solenidade virtual de inauguração de faculdade da UFRN em Currais Novos e exibe 'conteúdo inadequado'

Hacker invade solenidade virtual de inauguração de faculdade da UFRN em Currais Novos e exibe 'conteúdo inadequado'

COMPARTILHE

 


G1 -

Caso aconteceu nesta segunda-feira (30). Evento era aberto para população, porque a UFRN entende que a Faculdade 'simboliza um marco histórico no processo de interiorização'.

Um hacker invadiu uma solenidade virtual feita pela UFRN para a inauguração da Faculdade de Engenharia, Letras e Ciências Sociais do Seridó (Felcs), em Currais Novos, na Região Seridó do estado.

Depois de tomar a tela de comando do evento, o hacker começou a colocar "conteúdos inadequados", de acordo com a universidade.

Segundo a UFRN, "foi disponibilizado um link de acesso à sala virtual da cerimônia para que a comunidade pudesse participar do momento".

A universidade julgou importante a abertura da solenidade porque o evento "simboliza um marco histórico no processo de interiorização da universidade" e um sonho da população do Seridó.

"Contudo, como um usuário utilizou conteúdo inadequado, a organização do evento suspendeu, imediatamente, a sessão virtual e enviou um novo link para que a solenidade pudesse ser finalizada", disse a UFRN.

A cerimônia virtual, que teve a presença do reitor José Daniel Diniz Melo, também empossou o professor Alexandro Teixeira Gomes na Direção da Unidade Acadêmica Especializada até 2023. Ele será o primeiro no cargo.

“A criação da Felcs é extremamente simbólica e marca uma nova história da interiorização da UFRN”, disse Alexandro.

Felcs

Criada pelo Conselho Universitário (Consuni) no dia 27 de novembro de 2020, a Felcs foi desmembrada do Centro de Ensino Superior do Seridó (Ceres), com o objetivo de fortalecer o campus de Currais Novos em suas atividades de ensino, pesquisa e extensão.

“Hoje é um dia marcante para a história da nossa universidade. Aqui estamos em uma solenidade de importância singular”, disse o reitor Daniel Diniz.

Com 38 professores efetivos, 20 técnicos e cerca de 600 alunos, a Faculdade começa as atividades com quatro cursos de graduação.

Os cursos são Letras Português – Inglês, Letras Espanhol, Administração e Turismo, além de um curso de mestrado profissional em Letras e outros do tipo latu sensu. Há a previsão de iniciar ainda em 2021, o curso de Engenharia de Produção.

Ainda segundo a direção da unidade, o intuito é ofertar outros cursos na área das engenharias que serão planejados em diálogo com a sociedade para entender as necessidades locais.

 

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter, Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.