Antônio de Pádua Sobrinho - História de vida e trajetória profissional na educação - Jornal Diário do Curimataú
Antônio de Pádua Sobrinho - História de vida e trajetória profissional na educação

Antônio de Pádua Sobrinho - História de vida e trajetória profissional na educação

COMPARTILHE

 


Giro Curimatau -

Natural da cidade de Picuí, Antônio de Pádua Sobrinho, foi formado pelo Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia da Paraiba- IFPB, Campus Picuí, no curso Técnico em mineração, onde viu a oportunidade única de mudar de vida, com a instalação do Campus na cidade, se dedicou aos estudos e a pesquisa até alcançar o reconhecimento pelas muitas contribuições para a pesquisa científica na área de mineração, conseguiu estagiar na Companhia de Desenvolvimento dos Recursos Minerais do Estado da Paraíba-CDRM, dando apoio à pequena mineração e as cooperativas de Mineradores da Mesorregião do Seridó Paraibano, desenvolvendo tais atividades: Selecionando áreas potencialmente mineralizadas para fixação de atividades extrativas por pequenos mineradores organizados em cooperativas, prospectando minerais de interesse econômico para atender as demandas mercadológicas, bem como, estabelecendo atividades produtivas pelos cooperados das cooperativas de Picuí e Frei Martinho, COOPICUÍ E COOPERMINERAL, respectivamente, auxiliando os dirigentes de cooperativas em atividades relativas aos processos produtivos de tratamentos e comercializações, elaborando relatórios técnicos de interesse das cooperativas e das instituições parceiras do programa de apoio ao pequeno minerador, e mais especificamente, da equipe técnica da CDRM/PB, contribuindo e apresentando sugestões para melhoria do modelo produtivo, através de pequenos mineradores.

Na área Acadêmica sempre participativo, sendo voluntário do PIBIC-Em/IFPB- Picuí do projeto intitulado MAPEAMENTO DOS SÍTIOS ARQUEOLÓGICOS DA REGIÃO DO SERIDÓ PARAIBANO E NORTERIOGRANDENSE, cujo coordenador foi o Prof.MSC Thyago de Almeira Silveira.
Criou o blog Setor Mineral em Foco e percorreu a Paraíba e outros estados proferindo palestras sobre o momento atual do desenvolvimento do setor mineral, além de apresentar trabalhos científicos em artigos nacionais e internacionais, e, por meio dos estudos, conseguiu alcançar o posto de Professor do Curso Técnico em Mineração Integrado ao Ensino Médio da Escola Cidadã Integral Técnica Padre Jerônimo Lauwen na cidade de Santa Luzia, exercendo suas atividades como Professor e Coordenador do curso entre os anos de 2012 á 2017, onde foi contemplado com o prêmio Mestre da Educação do Governo do Estado da Paraíba. nos anos de 2014/, 2015, 2016 e 2017.


O prêmio Mestres da Educação é uma iniciativa do Governo, por meio da Secretaria de Estado da Educação, e consiste na fomentação, seleção, valorização e premiação das experiências administrativas e práticas pedagógicas exitosas, resultantes de ações integradas e executadas por profissionais de educação, em exercício nas escolas públicas estaduais de educação básica, e que, comprovadamente, estejam tendo sucesso no enfrentamento dos desafios no processo de ensino e aprendizagem.
Atualmente lotado na Secretaria de Estado da Educação Ciência e Tecnologia do Estado da Paraíba, na Comissão Executiva de Educação Integral, é um dos responsáveis pela articulação das escolas cidadãs integrais técnicas do estado as ECIT,S com o setor produtivo, alinhando a aprendizagem dos estudantes com aquilo que eles vão vivenciar no mercado de trabalho, através de atividades práticas, aproximando- os do seu arranjo produtivo local-APL, integrando universidades, Institutos federais, sistema S, associações cooperativas e setor produtivo.
Pádua possuí formação em Planejamento para a Implementação de Políticas Públicas e Desenvolvimento do Ensino Médio pelo INSPER (2018). No ano de 2019, foi coordenador do Programa Estadual Primeira Chance, instituído pelo atual Governador João Azevedo que visa o incentivo à concessão de estágio, aprendizagem e primeira experiência profissional para estudantes do Ensino Médio da Rede Estadual de Educação, atualmente compõem a equipe articulando ações do Programa com o setor produtivo
Pádua é um dos membros do Grupo de Trabalho (GT) para a definição, elaboração e concepção de um plano de negócios, com o objetivo de apresentar as potencialidades e oportunidades de investimento do Complexo Portuário de Cabedelo e regiões adjacentes, criado pelo ato nº 1.516 de 06 de maio de 2019,instituído pelo Governador João Azevedo no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo art. 86, inciso II, da Constituição do Estado, e, considerando a necessidade de apresentar as potencialidades e oportunidades de investimento do Complexo Portuário de Cabedelo e regiões adjacentes; Considerando que esse tipo de trabalho demanda a definição, elaboração e concepção de um plano de negócios.
O Grupo de Trabalho é composto pelos seguintes órgãos da administração estadual: II – Secretaria Executiva da Ciência e Tecnologia da Secretaria de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia – SEECT; Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão – SEPLAG.



Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter, Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.