UFCG prorroga suspensão de atividades presenciais até 12 de julho - Jornal Diário do Curimataú
UFCG prorroga suspensão de atividades presenciais até 12 de julho

UFCG prorroga suspensão de atividades presenciais até 12 de julho

COMPARTILHE
Ascom -


A Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) decidiu prorrogar até o dia 12 de julho a suspensão de suas aulas e outras atividades acadêmicas presenciais. De acordo com o anúncio, feito nesta sexta-feira, dia 5, o objetivo é garantir a segurança em saúde e prevenir a disseminação do novo coronavírus em sua comunidade acadêmica.

A medida foi tomada em conjunto com gestores de outras instituições de ensino superior sediadas em Campina Grande. O retorno das atividades estava previsto para o próximo dia 15 de junho.

O Protocolo de Ações Institucionais da UFCG, que define os procedimentos administrativos e acadêmicos a serem adotados neste período de pandemia, também teve sua validade estendida até o dia 12 de julho.

Os serviços considerados essenciais ou estratégicos, como protocolos, telefonia, segurança patrimonial, sistema de bibliotecas e SIASS, estão preservados, bem como estão mantidas as defesas de dissertação e teses. A jornada de trabalho dos servidores técnico-administrativos, em turnos alternados de revezamento ou trabalho remoto, continua sendo estabelecida a critério da chefia imediata.

Estão desobrigadas de trabalho presencial as pessoas com suspeita ou confirmação de doença pelo coronavírus ou consideradas vulneráveis: idosos a partir de 60 anos, imunodeficientes ou com doenças preexistentes crônicas ou graves, e responsáveis pelo cuidado de uma ou mais pessoas com suspeita ou confirmação de diagnóstico de infecção por Covid-19.

Antes de encerramento do novo prazo, uma nova reunião será realizada para que seja reavaliada a possibilidade de prorrogação do retorno das atividades, de acordo com o quadro em saúde pública no Brasil e no Estado da Paraíba, e com as recomendações dos órgãos de Saúde e Vigilância Sanitária.

Números

Até o início da tarde desta sexta-feira, dia 5, a Paraíba contabilizava 17.579 casos confirmados de Covid-19 e 438 mortes. João Pessoa contava com 5.319 casos e 157 mortes. Campina Grande, 2.006 casos e 40 mortes.

Estudo realizado pelo professor Josenildo Brito de Oliveira, da Unidade Acadêmica de Engenharia de Produção, campus sede, revela que os números ainda tendem ao crescimento: até o próximo domingo, dia 7, a Paraíba deve chegar aos 19 mil registros confirmados e 500 mortes. O Brasil deve ultrapassar a marca de 800 mil casos e 37 mil óbitos.






Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter, Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.