Governo reedita decreto que disciplina transmissão de missas e cultos na PB - Jornal Diário do Curimataú
Governo reedita decreto que disciplina transmissão de missas e cultos na PB

Governo reedita decreto que disciplina transmissão de missas e cultos na PB

COMPARTILHE
ParaíbaOnline -
Após várias críticas, o governador do Estado da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania) resolveu reeditar a medida que se refere a realização de celebrações religiosas.
O decreto que dispõe sobre a adoção de novas medidas sociais temporárias e emergenciais para o combate aos efeitos da COVID-19 saiu publicação na edição do Diário Oficial desta terça-feira,(19).
É que no decreto anterior, publicado no último sábado (16), o governo não especificou o procedimento dos ritos e proibiu de maneira generalizada a realização de missas, cultos e quaisquer cerimônias religiosas, em todo o território estadual, até o dia 31 de maio de 2020.
Com a nova redação dada, a proibição não se aplica às atividades de preparação, gravação e transmissão de missas, cultos e quaisquer cerimônias religiosas pela internet ou por outros veículos de comunicação, realizadas em igrejas, templos ou demais locais destinados para essa finalidade, com permissão de presença apenas às autoridades religiosas responsáveis pela celebração, músicos e o correspondente pessoal de apoio técnico.
Contudo, conforme o novo decreto, na ocasião da realização das atividades de preparação, gravação e transmissão de quaisquer cerimônias religiosas, as instituições religiosas devem observar o cumprimento pleno de todas as recomendações de prevenção e controle para o enfrentamento da Covid-19 expedidas pelas autoridades sanitárias competentes.
Foto: Ascom
Foto: Ascom
A vereadora Eliza Virgínia (Progressista), foi uma das pessoas a criticarem o decreto do governador.
Ela disse que havia conversado com ele e agradeceu pela receptividade com que sua sugestão foi atendida, bem como da Convenção Batista Paraibana.
“Eu quero parabenizá-lo pela sua presteza, sua humildade, de ter voltado atrás e reconhecer que deveria de forma legal dá segurança jurídica aos pastores, padres que de forma tranquila pudessem fazer suas celebrações. Isso foi muito bom essa abertura do governador”, avaliou a vereadora.

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter, Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.