“Espero que essa seja a última semana dessa quarentena”, diz Bolsonaro - Jornal Diário do Curimataú
“Espero que essa seja a última semana dessa quarentena”, diz Bolsonaro

“Espero que essa seja a última semana dessa quarentena”, diz Bolsonaro

COMPARTILHE
Paraíba Debate -

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou na manhã desta segunda-feira (20) que espera que o isolamento horizontal termine ainda nesta semana.
“Meu papel é preservar a liberdade do brasileiro, se nós tivermos um quadro de caos a gente não sabe o que vai acontecer. O povo com fome, com dificuldade, com filho doente em casa, a gente não sabe o que vai acontecer. Ou melhor, até sabe. Mas não quero levar a um clima de incerteza. Dá para recuperar o Brasil ainda. Eu espero que essa seja a última semana dessa quarentena, dessa maneira de combater o vírus todo mundo em casa”, apontou.
O chefe do Executivo disse ainda que a maior parte da população não tem mais condições de permanecer em isolamento social. “A massa não tem como ficar em casa porque a geladeira está vazia. Um tempo atrás, algum ministro meu queria que eu colaborasse com um decreto ou numa portaria para multar quem está na rua. Eu falei não. Não. Quem vai na rua está atrás de emprego, atrás de um ganha pão para levar um prato de comida para o seu filho que está em casa. Não podemos tratar o povo dessa maneira. Devemos falar para o povo: calma, tranquilidade. 70% vai ser contaminado. Ou vocês querem que eu minta aqui? Vamos ficar em casa preso dez anos que está tudo bem? Não está bem. Problemas têm aparecido por aí. Tem aumentado a violência dentro de casa. Onde falta pão todos brigam e ninguém tem razão. Essa é uma máxima verdadeira. Vamos encarar de peito erguido e eu sou presidente de peito erguido para decidir. Não vou pecar por omissão”, concluiu.
O Ministério da Saúde segue as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) nas medidas de isolamento horizontal. Até a manhã desta segunda-feira (20), o Brasil contabiliza 39.144 casos de coronavírus e 2.484 mortes pela doença.



Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter, Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.