Zé Crisólogo deixa um enorme legado de arte, cultura e amor - Jornal Diário do Curimataú
Zé Crisólogo deixa um enorme legado de arte, cultura e amor

Zé Crisólogo deixa um enorme legado de arte, cultura e amor

COMPARTILHE
Polêmica Paraíba -

Morreu em João Pessoa na manhã deste sábado, 16 de novembro, o artista plástico, músico e cenógrafo José Crisólogo, popularmente conhecido como “Zé Crisólogo” um dos mais renomados ícones da arte/cultura da Paraíba.

Zé Crisólogo residia desde o ano de 1964 na capital paraibana João Pessoa. Aos 69 anos de idade, o picuiense foi acometido por um Câncer. Ele deixa um enorme legado de arte, cultura e amor em sua terra natal e outras mais diversas espalhadas no Brasil à fora. Dentre tantas obras criadas em Picuí, podemos destacar algumas das principais, as quais encontram-se instalados na Praça Temática José Líbio Dantas, conhecida popularmente como “Praça do Boi”, além de outras instaladas no Parque Ecológico Cultural Fausto Germano, e uma das maiores: a estátua do picuiense Dr. Felipe Tiago Gomes, picuiense ilustre, considerado o comendador da Educação brasileira, a qual fica situada em frente a Escola Ana maria Gomes, local onde funcionava a antiga caixa d’água que abastecia a cidade de Picuí. Todas essas obras foram construídas durante a gestão do então prefeito Rubens Germano Costa (Buba Germano), hoje, deputado estadual.

O velório começou às 13 horas no Parque das Acácias, no bairro do José Américo, em João Pessoa, e o sepultamento ocorreu às 17 horas, no mesmo local.

Diversos amigos e familiares utilizaram as redes sociais para a última despedia ao artista.


Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.