Rompimento: João Azevêdo exonera do governo dois importantes aliados de Ricardo - Jornal Diário do Curimataú
Rompimento: João Azevêdo exonera do governo dois importantes aliados de Ricardo

Rompimento: João Azevêdo exonera do governo dois importantes aliados de Ricardo

COMPARTILHE
Jornal da Paraíba -

As críticas veladas feitas pelo ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) ao sucessor, João Azevêdo (do mesmo partido), parece ter surtido efeito. 
O gestor exonerou dois dos principais aliados do socialista, sem que nenhum dos dois recebessem qualquer aviso prédio. Os nomes de Fábio Maia (Executivo de Planejamento) e Yuri Simpson (PBPrrev) estão publicados na edição desta quarta-feira (27) do Diário Oficial do Estado.

Maia assumiu a função de secretário de Finanças da comissão provisória do PSB, na Paraíba. No bate e rebate entre João e Coutinho, ele tem se posicionado a favor do segundo. Já Simpson tem laços familiares com o ex-governador, porque é casado com uma sobrinha de Ricardo Coutinho. Ele esteve na gestão do socialista e permaneceu à frente da PBPrev com a mudança de governo.

Outro exonerado foi o advogado Jovelino Delgado, que ocupava o cargo de procurador jurídico da PBPrev. Os nomes dos substitutos foram anunciados na mesma edição do Diário Oficial. Para o lugar de Maia, o escolhido foi Francisco Petrônio de Oliveira Rolim. Já o comando da PBPrev será ocupado por José Antônio Coelho Cavalcanti. No mesmo sentido, a procuradoria do órgão ficará a cargo do advogado Paulo Wanderley Câmara.

Em contato com o blog, Yuri Simpson se resumiu a dizer que foi tomado de surpresa pela decisão e garantiu que sai com o sentimento de dever cumprido. Ao blog de Luis Torres, Fábio Maia atribuiu a saída dele do governo às escolhas feitas. Ele optou por seguir Ricardo Coutinho em caso de rompimento.

A saída dos aliados de Ricardo Coutinho do governo ocorrem na semana em que o blog publicou matéria sobre as cobranças de deputados da base aliada sobre João Azevêdo. Os parlamentares falavam em desgate vivido por eles por terem se antecipado no caminho de um racha maior no partido, porém, a contrapartida não teria sido feita pelo governador. Ao que parece, isso mudou.


Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.