Sai resultado da Empresa classificada para executar a estrada Picuí a Nova Floresta - Jornal Diário do Curimataú
Sai resultado da Empresa classificada para executar a estrada Picuí a Nova Floresta

Sai resultado da Empresa classificada para executar a estrada Picuí a Nova Floresta

COMPARTILHE
Portal do Curimatau -

Nesta quinta-feira (24), a Comissão de Licitação do DER-PB, publicou no Diário Oficial, a empresa vencedora da Licitação 001/2019 – CEL, da obra de pavimentação asfáltica da PB 151, que liga a cidade de Picuí à Nova Floresta.

De acordo com a publicação, a Empresa vencedora foi a ESSE – Engenharia Sinalização e Serviços Especiais LTDA, com o valor de R$ 12.442.114,00, que a partir de agora está habilitada para executar  os serviços  de pavimentação da estrada em tela.

Agora o próximo passo será aguardar o agendamento para assinatura da Ordem de Serviço pelo governador João Azevedo, que segundo ele ocorrerá no início do próximo ano.

A PB 151 era conhecida como a “estrada do sisal” e agora conhecida também como “estrada do maracujá”, a rodovia é responsável pelo escoamento da produção de frutas da zona rural de Picuí e Nova Floresta, que tem como principal atividade o maracujá. O pleito é a principal demanda do Distrito de Santa Luzia, em Picuí, comunidades adjacentes e municípios vizinhos que vão se beneficiar com a ação.

Segundo informações do DER-PB, a estrada em tela possui extensão de 24 km e beneficia uma população aproximada de 30 mil habitantes nos municípios beneficiados, com tráfego médio diário de cerca de 340 veículos entre automóveis, camionetas, ônibus, caminhões e motos.

A informação reascendeu a esperança da população serrana de Picuí e Nova Floresta, que alimenta a mais de 50 anos o sonho da pavimentação dessa importante estrada para os estados da Paraíba e Rio Grande do Norte.


Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.