Cabo da PM é confundido por policiais à paisana e morto a tiros em Tacima - Jornal Diário do Curimataú
Cabo da PM é confundido por policiais à paisana e morto a tiros em Tacima

Cabo da PM é confundido por policiais à paisana e morto a tiros em Tacima

COMPARTILHE
Pedro Júnior -

Um policial militar morreu vítima de disparos de arma de fogo na tarde desta terça-feira (29) após ser confundido com bandido quando conduzia um carro, no Distrito de Cachoeirinha, município de Tacima, na Paraíba.

A vítima foi o cabo Edmo Tavares (foto), que era lotado no 9º Batalhão de Polícia Militar da cidade de Cuité e trabalhava em Picuí (PB). O PM estava conduzindo um veículo Strada, carregado de cestas básicas quando foi alvejado.

Segundo informações, a vítima teria sido confundida por três policiais à paisana do estado do Rio Grande do Norte, que cumpriam um mandado de prisão na região. Testemunhas relataram que durante tentativa de abordagem, o policial efetuou fuga imaginando que fosse um assalto.

Edmo Tavares foi atingido por vários tiros e na fuga acabou colidindo o carro em que dirigia. Ele chegou a ser socorrido para o Hospital Distrital da cidade de Belém (PB), mas morreu a caminho. A polícia científica foi acionada para realizar a perícia e remoção do corpo ao Núcleo de Medicina Odonto-Legal (Numol) de Guarabira (PB).

O caso está sendo investigado pelas polícias da PB e RN. Até às 19h, nenhuma assessoria havia se pronunciado sobre o ocorrido. A nossa redação não teve sucesso nas ligações realizadas para os respectivos comandos.
O policial era casado e pai de duas meninas.


Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.