Petróleo cru lançado no mar alcançou praias da Paraíba - Jornal Diário do Curimataú
Petróleo cru lançado no mar alcançou praias da Paraíba

Petróleo cru lançado no mar alcançou praias da Paraíba

COMPARTILHE
Correio -

As manchas de petróleo cru que vêm se espalhando pelo oceano e atingem o litoral do Nordeste, desde o início de setembro, foram identificadas em sete praias da Paraíba, segundo nota divulgada pela Marinha do Brasil ao Portal Correio nesta quinta-feira (26).
De acordo com a Marinha do Brasil, a substância foi encontrada nas praias do Bessa, Seixas e Barra de Gramame, em João Pessoa; Jacumã, Coqueirinho e Tambaba, em Conde; e Praia Bela, em Pitimbu. Nenhum animal foi encontrado contaminado, até o momento, no estado.
A Capitania dos Portos da Paraíba (CPPB) deslocou equipes de Inspeção Naval aos locais e constatou a concentração de uma substância de cor preta na areia das praias. Foram colhidas amostras do material, posteriormente enviadas para análise do Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira (IEAPM), no Rio de Janeiro.
No entanto, a Petrobras já emitiu nota informando que a substância não é produzida e nem comercializada pela companhia. A empresa também informou que desde o último dia 12 de setembro está contribuindo com a limpeza das praias que apresentaram as manchas do óleo. O trabalho, segundo a nota, será realizado sob coordenação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

Ibama

Uma investigação do Ibama, com apoio dos Bombeiros do Distrito Federal, apontou que o petróleo que está poluindo todas as praias seja o mesmo. Até o momento, não há evidências de contaminação de peixes e crustáceos.
“Os banhistas e pescadores não devem ter contato com o material. Caso seja identificado produto no mar ou nas praias, o cidadão deve informar o local à prefeitura. O óleo recolhido deve ser destinado adequadamente, não sendo recomendado misturá-lo com o resíduo comum”, pede o Ibama.
O instituto ainda orienta que, caso alguém encontre animal com óleo, sejam acionados imediatamente os órgãos ambientais para adotar as providências necessárias. O animal não deve ser lavado nem devolvido ao mar antes da avaliação de veterinário.

Petróleo cru

O petróleo cru já atingiu o litoral de 46 municípios distribuídos em oito estados da região Nordeste do país. Até o momento, 99 localidades foram afetadas pela substância.

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.