Estudantes do curso técnico eletrônica apresentam trabalhos na VI Feira de Ciências do IFPB/Picuí - Jornal Diário do Curimataú
Estudantes do curso técnico eletrônica apresentam trabalhos na VI Feira de Ciências do IFPB/Picuí

Estudantes do curso técnico eletrônica apresentam trabalhos na VI Feira de Ciências do IFPB/Picuí

COMPARTILHE

Antônio de Pádua -

Os Estudantes da turma pioneira do curso Técnico em Eletrônica do IFPB/ Campus Picuí, orientados pelos professores Antonio Queiroz e André Nascimento apresentaram trabalhos durante a VI Feira de Ciências realizada pelo Campus ,ocorrida  entre os dias 17 e 19 de Setembro,  o referido evento constitui-se em um marco para o desenvolvimento e consolidação da pesquisa no âmbito do Campus Picuí, pois se trata de evento ímpar, que congrega toda a comunidade interna, bem como busca a interação com a comunidade externa e com o setor produtivo, nas suas diversas áreas,  este ano durante a feira comemorou-se os 10 anos do campus.

Josiane Fernandes e Paula Priscila apresentaram o trabalho: “FUNCIONAMENTO DO "PASSA OU REPASSA", utilizando relés, arduino e a linguagem de programação c++, as teclas ao serem pressionadas acendiam as luzes, indicando qual participante iria responder, as perguntaram elaboradas abordavam temas ligados a eletrônica, o trabalho despertou o interesse de quem visitou o stand. ´


Manoel Modesto e Edequias Souza (foto), apresentaram o trabalho “EXPLICANDO O “FUNCIONAMENTO DE UM ESTACIONAMENTO INTELIGENTE COM USO DE MAQUETE. ” O trabalho mostrou quais os sistemas e circuitos elétricos utilizados e como funcionam um estacionamento inteligente por meio da confecção da maquete, que além de expor de maneira simples e didática o funcionamento deste tipo de estacionamento, mostrou que a mesma pode ser usada como instrumento pedagógico para auxiliar as aulas teóricas e práticas do curso de eletrônica.

Leornardo Silva, apresentou o trabalhou “MANUTENÇÃO E REAPROVEITAMENTO DE MATERIAIS ELETRÔNICOS.” Em sua apresentação ele mostrou que equipamentos e aparelhos considerados “Lixo Eletrônico” podem ser reaproveitados, em seu trabalho, por exemplo   ele reaproveitou uma fonte de computador desktop em uma fonte de bancada eletrônica.

Edna Santos e Maria Aline e Jucielly Kelly apresentaram o trabalho “TESTE DOS NERVOS ” O objetivo foi demonstrar o que necessita para um circuito elétrico funcionar, para montar o circuito elas utilizaram um LED (diodo emissor de luz) para identificar se o arduino estava ligado e um alto falante onde foi acionado um alarme que acionava quando a argola encostava no arame, fazendo assim com que o circuito se fechasse.

“Esse experimento é uma ferramenta simples, para confecciona-lo, utilizamos materiais básicos como caixa de papelão, arame, fios reciclados de equipamentos que não funcionam mais, e alguns componentes eletrônicos baratos e fáceis de encontrar, mostrando a importância dos componentes elétricos e de como eles podem ser úteis no dia-a-dia, e que mesmo alguns não tendo mais uso, podem ser reaproveitados. ” Disse as estudantes.

Já a estudante Rita de Cássia, apresentou o trabalho " OS IMPACTOS AMBIENTAIS CAUSADOS “PELO LIXO ELETRÔNICO. ” Que teve como objetivo explicar o que é o lixo considerado eletrônico, suas consequências específicas, os principais impactos ambientais causados por esse lixo, além de apresentar possíveis alternativas para minimizá-los.

“Busca -se com este trabalho explicar e mostrar o que são lixos considerado eletrônicos e os impactos ambientais provenientes do descarte inadequado dos mesmos, provocando órgãos e instituições ligadas ao tema a promoverem nesses municípios palestras, oficinas, minicursos, campanhas de conscientização dentre outras ações e projetos que abordem essa problemática de modo a alertar a população da importância da coleta desse tipo de lixo e a reciclagem desses produtos eletroeletrônicos. ”disse

“Alguns municípios já estão desenvolvendo ações que visam conscientizar a comunidade sobre os problemas causado pelo lixo eletrônico, recentemente o IFPB/Campus Picuí em Parceria com a Prefeitura de Picuí, lançou o projeto E-lixo: conscientização e descarte correto de lixo eletrônico no município de Picuí-PB”, que sem dúvida será “Abraçado” por outros municípios. ”  Concluiu a Estudante.



Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.