Prefeitos conhecem experiências do ‘Família Acolhedora’ e destacam parceria com MPPB para implantação - Jornal Diário do Curimataú
Prefeitos conhecem experiências do ‘Família Acolhedora’ e destacam parceria com MPPB para implantação

Prefeitos conhecem experiências do ‘Família Acolhedora’ e destacam parceria com MPPB para implantação

COMPARTILHE

Assessoria -


Prefeitos paraibanos conheceram nesta segunda-feira (26), experiências do projeto ‘Família Acolhedora’, que existe desde 2006, em Cascavel, no Paraná, e hoje atende cerca de 150 famílias que abrem as portas de casa para crianças e adolescentes. O encontro aconteceu em João Pessoa realizado pela Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup) e pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB). Nesse primeiro momento, o projeto está sendo implantado em 23 municípios já com leis instituídas e em mais 22 onde os projetos estão em tramitação.

A experiência do projeto em Cascavel foi apresentada pela assistente social e coordenadora do serviço de Acolhimento Familiar do município, Neuza Cerutti. Ela explicou que famílias cadastradas acolhem crianças e adolescentes afastados do convívio familiar, por medida de segurança proteção, em função de abandono ou pelo fato da família se encontrar temporariamente impossibilitada de cumprir suas funções de cuidado e proteção. Nesse período, são realizados esforços visando a restaurar as condições para que a família de origem receba novamente sua criança ou adolescente.

“Tenho certeza que esse projeto renderá bons frutos nos municípios paraibanos porque vimos aqui o comprometimento dos prefeitos e secretários de Assistência Social, além da parceria da Famup e do Ministério Público. Esse é um projeto que tem que ser construído e fortalecido aos poucos, mas é fundamental que iniciemos porque, antes de mais nada, é uma prova de amor ao próximo”, destacou Neuza Cerutti.




O presidente da Famup, George Coelho, disse que o programa está sendo bem recebido pelos prefeitos e a prova disso é o engajamento dos gestores na edição de leis que irão garantir o funcionamento do ‘Família Acolhedora’. “A ação social é fundamental nos municípios e estamos fortalecendo isso aqui na Paraíba. Foi fundamental a apresentação da experiência vivida em Cascavel para que possamos iniciar os trabalhos no nosso Estado. É bom lembrar que somos passageiros no poder e temos que deixar para as futuras gerações um bom trabalho”, disse.

Caminho certo - Para o coordenador do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Defesa da Criança e do Adolescente, o promotor de Justiça Alley Escorel, a parceria com a Famup é fundamental para o fortalecimento do ‘Família Acolhedora’. “É preciso querer, ter empatia e trabalhar para que esse projeto dê certo nos municípios e esse encontro mostra que estamos no caminho correto”, afirmou.

Durante o encontro, os participantes ouviram Shirley Elziane Abreu Severo, que é doutora em Educação pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB), mestra em Educação pela UFPB, especialista em psicopedagogia pela Fundação Francisco Mascarenhas, graduada em pedagogia e analista ministerial do MPPB. Ela apresentou dados e destacou a importância do acolhimento dentro do tema ‘Família que acolhe: pelo direito de viver em família’.

Comprometimento - A secretária de Estado do Desenvolvimento Humano, Gilvaneide Nunes, agradeceu a Famup e ao MPPB pelo empenho e apoio aos projetos de ação social desenvolvidos na Paraíba. “A Paraíba dá mais um passo fortalecer uma política pública de proteção social de crianças e adolescentes. É muito bom ver esse comprometimento dos municípios com o ‘Família Acolhedora’”, observou.

Além de George Coelho, presidente da Famup e prefeito de Sobrado, estiveram os prefeitos de Juripiranga, Paulo Dália; de Salgado de São Félix, Adjailson Andrade; Frei Martinho, Aido Lira; Itabaiana, Doutor Lúcio; de Boa Vista, André Gomes; Duas Estradas, Joyce; Alagoinha, Maria Rodrigues; Pedra Lavrada, Jarbas Melo; Soledade, Geraldo Moura; Picuí, Olivânio Dantas; e de São Vicente do Seridó, Graciete Dantas. Também estiveram presentes os promotores Fábia Dantas, Daniela Lucena e Juliana Couto.

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.