Motoristas de transportes alternativos interditam rodovias da PB contra lei aprovada por Bolsonaro - Jornal Diário do Curimataú
Motoristas de transportes alternativos interditam rodovias da PB contra lei aprovada por Bolsonaro

Motoristas de transportes alternativos interditam rodovias da PB contra lei aprovada por Bolsonaro

COMPARTILHE
G1 -

Protesto é contra uma alteração na legislação de trânsito que desautoriza o transporte alternativo, de acordo com a PRF.

Pelo menos seis trechos de rodovias da Paraíba estão interditados na manhã desta terça-feira (6), de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF). A interdição é feita por motoristas de transporte alternativo em protesto a uma alteração na legislação de trânsito que, segundo a PRF, modifica a punição para transporte irregular de pessoa.

Segundo a PRF, os manifestantes colocaram pneus e galhos nas rodovias, permitindo a passagem apenas de transportes de passeio.

Segundo o presidente da Cooperativa dos Transportes Alternativos do Sertão da Paraíba (Cooptas), Jonas Rolim, os motoristas querem que o Departamento de Estradas e Rodagens da Paraíba (DER-PB) entregue as concessões para que a categoria possa trabalhar de forma regularizada. Uma lei de 2014 regulamentou a categoria, transformando-a em transporte complementar, mas isso ainda não foi realmente efetivado. Ele disse que só agora o DER informou que não tem condições de fazer o estudo técnico para liberação das concessões.

A preocupação dos alternativos é maior porque uma lei federal sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro aumenta a punição para motoristas de transporte irregular. A lei 13.855 altera o Código Brasileiro de Trânsito e entra em vigor no dia 9 de outubro. Ela transforma infração gravíssima e estabelece a perda de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no caso de transporte de passageiros sem autorização.

A expectativa dos representantes da categoria é de que uma comissão seja recebida pelo governo do estado para que a situação da regulamentação seja discutida.

“São os alternativos que trazem condições de economia para as cidades. Com a eliminação, não vai mais existir pessoas para estar comprando nas cidades. Ônibus nenhum consegue fazer o trabalho que nós fazemos”, disse o motorista Airon Coutinho, que estava fazendo parte do protesto em Patos.

Até as 8h30, os seguintes trechos estavam interditados, de acordo com a PRF:

BR-230
km 31, em Bayeux (nos dois sentidos)
km 399, em Pombal
km 422, no acesso a Catolé do Rocha
km 331, em Patos
km 344, em Patos

BR-361
km 8, saída de Patos



Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.