Desumano, filho de Bolsonaro agride Lula no dia da morte do neto de sete anos - Jornal Diário do Curimataú
 Desumano, filho de Bolsonaro agride Lula no dia da morte do neto de sete anos

Desumano, filho de Bolsonaro agride Lula no dia da morte do neto de sete anos

COMPARTILHE
247 -

Em meio a mais um drama vivido pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, desta vez a morte do neto Arthur Lula da Silva, ocorrida nesta segunda-feira (1), o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ), se mostrou indignado com o pedido da defesa de Lula para que ele compareça ao velório do neto, e disparou: "Absurdo até se cogitar isso, só deixa o larápio em voga posando de coitado".



Infelizmente, o neto do Lula, de apenas 7 anos, faleceu há pouco. O tema divide opiniões na direita, o que vocês pensam sobre o assunto, mesmo com todos os riscos que envolvem inclusive os agentes da PF, o criminoso deve ser liberado para o velório? Justifique nos comentários.
Lula é preso comum e deveria estar num presídio comum.

Quando o parente de outro preso morrer ele também será escoltado pela PF para o enterro? Absurdo até se cogitar isso, só deixa o larápio em voga posando de coitado.


3.056 pessoas estão falando sobre isso


Arthur Araújo Lula da Silva, de 7 anos, faleceu no Hospital Bartira, do grupo D'Or, em Santo André. Ele deu entrada hoje pela manhã, com febre alta, foi diagnosticado com quadro infeccioso de meningite meningocócica e não resistiu.
A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu à Justiça Federal em Curitiba para deixar a prisão e comparecer ao velório. Na petição encaminhada à juíza Carolina Lebbos, os advogados do ex-presidente argumentaram que Lei de Execução Penal (LEP) prevê que presos possam deixar a prisão para comparecer ao velório de um parente próximo.

Segundo o jornal Zero Hora, a PF já teria recebido um comunicado informal da Justiça Federal, alertando sobre a soltura iminente. "Assim, Lula deve deixar ainda nesta sexta-feira (1º) o prédio da PF rumo a São Paulo. Os agentes já trabalham no planejamento da operação para escoltá-lo", diz o jornal.



Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.