Homem se mata após atirar em conselheira tutelar que não quis namorar com ele - Jornal Diário do Curimataú
Homem se mata após atirar em conselheira tutelar que não quis namorar com ele

Homem se mata após atirar em conselheira tutelar que não quis namorar com ele

COMPARTILHE
Diário do Sertão -


Um homem cometeu suicídio na manhã de sábado (12), na cidade de Bom Jesus, Alto Sertão paraibano, após atirar em uma mulher. Carlos Antônio Gonçalves se suicidou com um disparo de revólver na cabeça.
A Polícia Militar informou que Carlos Antônio desejava ter uma relação amorosa com a conselheira tutelar Francicleia Lopes de Sousa, de 34 anos, porém não era correspondido.
Inconformado, Carlos Antônio foi ao encontro da vítima no bairro Casas Populares e efetuou vários tiros nela. Após a tentativa de homicídio, ele se matou no local.
Francicleia foi atingida na cabeça e no braço de raspão, levada para o hospital, mas não corre risco de morte. A Polícia Militar isolou a área para realização da perícia, que deverá encaminhar o corpo para o IML da cidade de Patos.

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.