Acidentes matam 118 e deixam mais de 1,5 mil feridos na PB - Jornal Diário do Curimataú
Acidentes matam 118 e deixam mais de 1,5 mil feridos na PB

Acidentes matam 118 e deixam mais de 1,5 mil feridos na PB

COMPARTILHE
Correio -

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) contabilizou 1.434 acidentes em estradas federais que cortam a Paraíba entre 1º de janeiro e 30 de novembro deste ano. Ao todo, 1.530 pessoas ficaram feridas e 118 tiveram morte instantânea.
Segundo a PRF, as principais causas dos acidentes foram falta de atenção ao volante; desrespeito à distância de segurança entre veículos; desobediência às normas de trânsito; velocidade incompatível com o permitido no trecho do acidente; e ingestão de álcool pelo condutor.
O espaço compreendido entre o quilômetro 82,6 e o quilômetro 88,4 da BR-101 (Gauchinha) teve o maior número de ocorrências, 19, ao longo dos onze meses analisados. Em seguida, aparece no ranking o trecho do quilômetro 20,4 ao quilômetro 28,1, da BR-230 (Viaduto da Avenida Pedro II, em João Pessoa), com 18 casos. Do quilômetro 0 ao quilômetro 20,4 da BR-230 (Rotatória do Trauma), foram 14 acidentes.

2018 teve menos acidentes

Em comparação com o ano passado, a PRF registrou redução de 13,77% no número de acidentes. A diminuição também aconteceu no número de feridos e de mortos.
COMPARATIVO20172018
ACIDENTES16631434
FERIDOS15941530
MORTES122118

Orientações

  • Com a aproximação do fim de ano e a expectativa de que muitas famílias peguem a estrada, a Polícia Rodoviária Federal recomendou algumas condutas para a realização de uma viagem segura, confira:
  • Lembre-se que os faróis ligados são obrigatórios em rodovias, durante o dia e a noite;
  • Faça uma revisão atenta no veículo antes de viajar. Verifique principalmente pneus (inclusive o estepe), palhetas dos limpadores de para-brisa e itens de iluminação e sinalização;
  • Planeje a viagem. Lembre-se de programar paradas em locais adequados para alimentação, abastecimento e descanso;
  • Mantenha a atenção na rodovia;
  • Respeite a sinalização e os limites de velocidade, eles existem para proteger a sua vida;
  • Não ligue o pisca alerta com o veículo em movimento, isso pode confundir os outros motoristas e causar um acidente;
  • Aumente a distância do veículo à frente e diminua a velocidade.
Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.