Paraibana participa de projeto 'Meninas da Ciência' em Brasília - Jornal Diário do Curimataú
Paraibana participa de projeto 'Meninas da Ciência' em Brasília

Paraibana participa de projeto 'Meninas da Ciência' em Brasília

COMPARTILHE
Click PB -

Produzir protótipos de experimentos ou equipamentos que poderão ser utilizados em aulas do ensino médio, nas disciplinas de Matemática, Física, Química e Biologia. Esse será o desafio de 41 alunas de cursos técnicos e superiores de todo o Brasil. Elas estarão reunidas no Desafio de Projetos “Meninas na Ciência”, que acontecerá de 7 a 11 de agosto, dentro do ConectaIF 2018, no Centro de Convenções Ulysses Guimarães em Brasília.

As estudantes têm entre 17 e 26 anos de idade e vêm de todo o país. A representante do Instituto Federal da Paraíba é a estudante Mayra Amaral de Miranda Cunha, do Curso Técnico de Eletrônica, do Campus João Pessoa.

As meninas serão divididas em quatro equipes, representando os conteúdos de Matemática, Física, Química e Biologia. O objetivo do Desafio de Projetos é que ao final as estudantes tenham produzido um ou mais protótipos de experimentos ou equipamentos para utilização em laboratórios para estudantes do ensino médio.

O Desafio de Projetos não será uma competição. No entanto, a equipe organizadora e os mentores irão selecionar cinco alunas (uma de cada região do país) para voltar a Brasília em outubro para apresentar os resultados do projeto na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, que, neste ano, terá como tema “Ciência para redução das desigualdades”.

O ConectaIF é um evento aberto e gratuito, que reúne, em um só local, of­icinas, mostras, , rodas de conversa, protótipos de produtos, arte, cultura, desafi­os, palestras, competições, feiras, exposições e resultados de pesquisas.

A coordenadora do projeto, a pró-reitora de Pesquisa e Inovação do Instituto Federal de Brasília (IFB), Luciana Massukado, conta que o Desafio pretende, também, colaborar com três Objetivos de Desenvolvimentos Sustentáveis (ODS) da Agenda 2030 estipulada pela ONU e com duas metas do Plano Nacional de Educação (PNE), que envolvem Educação de Qualidade, Igualdade de Gênero e Redução de Desigualdades.

Para a representante da Paraíba, a importância do projeto está justamente em incentivar o uso da tecnologia como uma ferramenta para auxiliar o processo ensino-aprendizado, além de promover a participação de mulheres em áreas mais técnicas. E segundo Mayra esse tipo de evento é fundamental para motivar as mulheres a ingressarem na ciência. Ela cita como exemplo sua turma de Eletrônica, que no 4º ano é formada por 25 alunos, dos quais apenas cinco são meninas.

"Vai ser uma emoção representar o nosso estado e o IFPB no Desafio de Projetos. E uma honra participar como mulher da área de tecnologia", frisou Mayra.

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.