Saúde alerta população para prevenção e riscos das hepatites virais - Jornal Diário do Curimataú
Saúde alerta população para prevenção e riscos das hepatites virais

Saúde alerta população para prevenção e riscos das hepatites virais

COMPARTILHE
Click PB -

Sendo uma doença silenciosa, nem sempre apresenta sintomas, mas quando aparece, apresenta cansaço, febre, mal estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, urina escura e fezes claras. Considerada grave problema de saúde pública no Brasil e no mundo, a hepatite é a inflamação do fígado que pode ser causada por vírus ou pelo uso de alguns remédios, álcool e outras drogas, assim como por doenças autoimunes, metabólicas e genéticas.

Em continuidade aos trabalhos preventivos e de conscientização, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio da Seção de Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST), AIDS e Hepatites Virais e a Seção de Imunização realizará, no período de 23 a 27 de julho, palestras e testes para diagnóstico da doença. 

As ações serão realizadas nas Unidades de Saúde da Família (USF), no Centro de Atenção Integral à Saúde (Cais) em Jaguaribe, Clube da Pessoa Idosa e no 1º Grupamento de Engenharia do Exercício Brasileiro.

“É importante que os usuários saibam que a vacina ainda é a melhor forma de prevenção. A vacina que previne contra hepatite B é gratuita e disponível na rede municipal de saúde. Já para a hepatite C, ainda não existem vacinas, mas para quem apresentar o diagnóstico positivo para doença, o tratamento é ofertado pelo Sistema Único de Saúde” explicou Clarisse Pires, chefe da seção de ISTs. 

De acordo com dados do Ministério da Saúde (MS), em 2017, 40.198 casos novos de hepatites virais foram notificados no Brasil. No período de 1999 até 2017, ao todo, 718.837 pessoas foram notificadas com hepatites virais. 

Prevenção – A hepatite A é transmitida por alimentos e pelo contato pessoal, portanto, a higiene é o principal meio de prevenção: lavar bem as mãos após ir ao banheiro e antes de comer, lavar bem alimentos que serão consumidos crus e cozinhar bem os demais, principalmente frutos do mar e carne de porco. 

Já as demais hepatites virais são transmitidas pelo sangue e por relação sexual sem proteção, por isso, é importante não compartilhar objetos de uso pessoal, como giletes, escovas de dente, utensílios de manicure, além de utilizar preservativos durante as relações sexuais, e ter certeza de que materiais utilizados para fazer tatuagens e para a colocação de piercings são descartáveis.

As vacinas também fazem parte das ações para prevenção contra as hepatites A e B. Nas crianças, primeira dose da vacina de hepatite B é dada ao nascer, sendo repetida aos 2 e aos 6 meses. A vacina para hepatite A é administrada em dose única quando a criança completa 1 ano. No caso de adultos, é preciso tomar as 3 doses de hepatite B. 

Programação das ações de orientação e promoção à saúde:

23 a 27 de julho – Unidades de Saúde da Família (USFs)

24 de julho – Clube da Pessoa Idosa25 de julho - 1º Grupamento de Engenharia Exercício Brasileiro

26 de julho - CAIS Jaguaribe - Setor do Diabetes

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.