Laboratório usa tecnologia para acalmar crianças durante coleta de sangue - Jornal Diário do Curimataú
Laboratório usa tecnologia para acalmar crianças durante coleta de sangue

Laboratório usa tecnologia para acalmar crianças durante coleta de sangue

COMPARTILHE
Portal correio -

Tudo acontece durante uma divertida e instigante história de coragem com pedras mágicas. No enredo, a criança recebe cristais para destruir um monstro. O que costuma ser uma experiência traumática, vira diversão. É usando a tecnologia, através dos óculos de realidade virtual, que um laboratório de análises clínicas da cidade de Itaporanga, Sertão paraibano, encontrou uma forma de diminuir o desconforto e o medo diante da agulha no momento da coleta de sangue, muito comum em crianças e até mesmo em jovens e adultos.

Conforme o biomédico Tiago Araújo, responsável pelo laboratório, que recebe em torno de 80 crianças por mês, a ideia é entreter e mudar o foco da atenção do paciente enquanto o profissional coleta o sangue. “Nós do Laboratório ValleMais sempre estamos em busca de inovações no sentido de levar o nosso cliente a uma experiência bastante positiva. Nesse sentido, o óculos foi adquirido com o objetivo de trazer o que se tem de mais moderno na questão de diminuir o medo das crianças nesse momento, e consequentemente a aflição dos pais”, comenta.

Uma pesquisa realizada com 250 crianças em uma clínica da Califórnia, nos Estados Unidos, comprovou que a realidade virtual é um recurso útil para diminuir o medo e a dor entre os pacientes. Durante o estudo, metade do grupo analisado utilizou os óculos no momento da aplicação de uma vacina, enquanto a outra metade, não. Entre os que utilizaram o acessório, 75% afirmaram ter sentido menos dor, enquanto 52% disseram que ficaram com menos medo do que aqueles que estavam sem o equipamento.

A iniciativa, pioneira na região, teve o apoio do programa ALI (Agente Local de Inovação), do Sebrae Paraíba, através da agente Gisele Rocha.

Segundo a gestora do programa ALI do Sebrae Paraíba, Cláudia Pereira, o programa ALI tem como objetivo levar acompanhamento especializado em gestão na inovação para as MPEs que aderem ao programa. “Ao longo dos anos o ALI vem contribuído para que ações, como essa implementada pelo Laboratório ValleMais, sejam constantes nas empresas atendidas. Estimular os empresários ao pensamento sistêmico e mantê-los antenados às novas tendências em seu setor têm elevado o grau de maturidade dos negócios, tornando-os mais competitivas e perenes”, destaca.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.