Prefeituras abrem mais de 70 vagas na PB e concurso da PGM tem banca definida; confira - Jornal Diário do Curimataú
Prefeituras abrem mais de 70 vagas na PB e concurso da PGM tem banca definida; confira

Prefeituras abrem mais de 70 vagas na PB e concurso da PGM tem banca definida; confira

COMPARTILHE
G1-

Dois concursos na Paraíba, com vagas de emprego para as prefeituras de Serra Grande e Santo André, oferecem 72 oportunidades em cargos de todos os níveis de escolaridade entre esta segunda-feira (4) e o domingo (10). Além disso, o concurso da Procuradoria Geral de João Pessoa teve a banca organizadora definida.
Confira:
concurso da prefeitura de Serra Grande, no Sertão da Paraíba, oferece 42 vagas de emprego em cargos de níveis fundamental, médio, técnico e superior. Os salários base variam de R$ 954 a R$ 1.724,10, para cargos como professor e psicopedagogo. As inscrições começam seguem até quinta-feira (7), no site da banca organizadora, a Conpass. O valor da taxa de inscrição é de R$ 70 para os cargos de nível superior, R$ 60 para os cargos de nível médio e técnico e de R$ 50 para nível fundamental.
concurso da prefeitura de Santo André, no Cariri da Paraíba, oferece 30 vagas de emprego em cargos de todos os níveis de escolaridade. As inscrições no concurso acontecem até 17 de junho, no site da organizadora. A taxa de inscrição custa R$ 80 para cargos de nível fundamental, R$ 100 para os níveis médio e técnico e R$ 120 para nível superior.
Centro Brasileiro de Pesquisas em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), antigo Cespe/UNB, foi a empresa escolhida para realizar o concurso para o cargo de procurador de João Pessoa. De acordo com a Procuradoria Geral do Município (PGM), serão oferecidas quatro vagas imediatas e será formado cadastro de reserva.
A procuradoria informou que os candidatos deverão fazer três provas, sendo essas objetiva, subjetiva e de títulos. Para participar, será necessário ter uma graduação em direito, em uma instituição reconhecida pelo Ministério da Educação, e estar inscrito como advogado na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).
Além disso, também será preciso comprovar pelo menos dois anos de prática forense. Conforme informou a PGM, essa previsão consta no regulamento e na Lei Orgânica da Procuradoria Geral de João Pessoa.
Segundo a PGM, a banca escolhida é qualificada para realizar o concurso, por ter experiência na área, especialmente no campo jurídico, além de ter a licença de uso da marca Cespe/UNB.

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.