Polícia faz operação no RJ para prender suspeitos de matar bebê na barriga de paraibana - Jornal Diário do Curimataú
Polícia faz operação no RJ para prender suspeitos de matar bebê na barriga de paraibana

Polícia faz operação no RJ para prender suspeitos de matar bebê na barriga de paraibana

COMPARTILHE
G1 -

A Polícia Civil do Rio de Janeiro realiza operação na manhã desta segunda-feira (18) em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, e entre os alvos estão os responsáveis pela morte do bebê Arthur, que foi baleado dentro do útero da mãe, a paraibana Claudineia dos Santos Melo, que estava grávida de 39 semanas. 

O crime ocorreu perto da favela do Lixão. Dentro da barriga da mãe, a criança foi baleada em junho de 2017 e faleceu no dia 30 de julho.

A operação da polícia busca prender quadrilha que domina o tráfico de drogas na favela do Lixão e no Complexo da Mangueirinha. Os criminosos estariam envolvidos na morte do sargento Douglas Fontes, da PM, no dia 7 de junho. A mãe do policial, inclusive, morreu ao reconhecer o corpo do filho. Estão sendo cumpridos 45 mandados de prisão.

A investigação durou cerca de um ano, identificando as principais lideranças e reunindo provas dos crimes de tráfico e outros crimes de relevância, segundo o delegado Flávio Rodrigues, responsável pela ação.

Claudineia dos Santos Melo foi baleada indo ao mercado. Ela foi atingida na pelve. A bala atravessou o tórax da criança e também atingiu parte da orelha, de acordo com boletim da Secretaria de Saúde de Duque de Caxias.

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.