Policial mata namorada e fere suposto amante - Jornal Diário do Curimataú
Policial mata namorada e fere suposto amante

Policial mata namorada e fere suposto amante

COMPARTILHE
G1 - 

Um policial militar do Distrito Federal matou a namorada, de 25 anos, a tiros na tarde desta sexta-feira (4), em Ceilândia. Uma outra vítima, apontada como suposto amante da mulher, também foi baleada.

Segundo a Polícia Militar, a mulher – identificada por familiares como Jessyka Lainara – foi atingida por cinco disparos e morreu no local. De acordo com vizinhos, ela tinha sido aprovada recentemente em um concurso do Corpo de Bombeiros.

A outra vítima levou tiros no peito, na mão e na perna, e foi levada ao Hospital de Ceilândia. Ele estava em uma academia de ginástica, distante da casa onde a mulher foi morta. O estado de saúde do homem não foi informado.

O crime aconteceu por volta das 14h. Até as 16h, a PM ainda não confirmava a relação do suspeito com a corporação. Nesse horário, o homem apontado como autor dos tiros ainda estava sendo procurado.

De acordo com testemunhas, o crime foi motivado por ciúmes. “Ele não aceitava o término do relacionamento”, diz o primo de Jessyka, Leonardo Silva.

“Vivia ameaçando ela, falava que ia matar e que não ia ficar muito tempreso porque era PM. Ele falava que ia matar a nossa avó se ela denunciasse as ameaças.”

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.