Polícia prende homem suspeito por crime de estupro de vulnerável na PB - Jornal Diário do Curimataú
Polícia prende homem suspeito por crime de estupro de vulnerável na PB

Polícia prende homem suspeito por crime de estupro de vulnerável na PB

COMPARTILHE
Click PB - 

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Alcantil, com o apoio do Núcleo de Homicídios e Grupo Tático Especial da 11ª Delegacia Seccional da cidade de Queimadas, cumpriu, na manhã desta quarta-feira (16), um mandado de prisão preventiva expedido pela Vara Única de Boqueirão contra Danilo José da Silva, suspeito da prática de estupro de vulnerável. O crime foi praticado em novembro de 2013.

De acordo com o inquérito policial, a vítima tem transtornos mentais e morava próximo à casa de Danilo, no Sítio Paudalho, zona rural da cidade de Alcantil. O crime era praticado quando ela ficava sozinha em casa. Para se aproximar da vítima o investigado oferecia biscoitos e quando ganhava a confiança praticava relações sexuais com a vítima que não tinha como se defender dos abusos.

O estupro foi descoberto pelos familiares da vítima, que desconfiaram do comportamento dela. Eles procuraram a Delegacia para denunciar Danilo e, depois de ouvir e receber os resultados dos exames que comprovaram o estupro de vulnerável, a delegada Ivanize Bezerra Fonseca solicitou a prisão preventiva do investigado, que fugiu de casa quando soube que estava sendo investigado pela polícia.

Mas uma informação repassada para o telefone 197 Disque Denúncia da Secretaria de Estado da Segurança e da Defesa Social (Sesds) levou os policiais até o local onde Danilo estava escondido. Foi realizada uma campana na área, o investigado foi identificado e abordado. Danilo ainda tentou fugir, mas não conseguiu. O suspeito foi encaminhado para a Delegacia e vai aguardar na carceragem pela audiência de custódia.

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.