Juiz manda Energisa retirar postes de rua em obra de calçamento em Cabaceiras - Jornal Diário do Curimataú
Juiz manda Energisa retirar postes de rua em obra de calçamento em Cabaceiras

Juiz manda Energisa retirar postes de rua em obra de calçamento em Cabaceiras

COMPARTILHE
G1 -
A Justiça determinou que a Energisa, concessionária de energia elétrica na Paraíba, retire os postes elétricos de uma rua para conclusão de uma obra de pavimentação na cidade de Cabaceiras, no cariri paraibano. A decisão, publicada na sexta-feira (4) partiu de uma ação promovida pela prefeitura de Cabaceiras ao entender que a remoção dos postes era responsabilidade da concessionária.


A prefeitura e a Energisa tinham travado outro embate em uma outra obra de pavimentação. Após o impasse na recolocação dos postes na rua São Francisco, no conjunto Santa Terezinha, a gestão pública de Cabaceiras concluiu a obra de calçamento e deixou os postes no meio da rua.

A Energisa informou que tomou conhecimento da decisão judicial, e que vai recorrer dentro do prazo legal, visto que a decisão bate contra as normas regulamentais previstas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Conforme decisão do juiz Falkandre de Sousa Queiroz, da comarca de Cabaceiras, a Energisa deve retirar os postes que encontram-se no meio da rua da Rua José Osmário de Lima, no conjunto Novo Horizonte no prazo de dez dias a contar da publicação. O magistrado estabeleceu uma multa diária de R$ 1 mil caso a ordem seja descumprida.

Ainda de acordo com o juiz, a remoção dos postes deve ser feita de maneira imediata, tendo em vista que a Justiça também concedeu a antecipação de tutela. Para o prefeito de Cabaceiras, Tiago Castro (PSB), a decisão deve ajudar na resolução da outra rua que teve a obra de pavimentação concluída com os postes no meio da via.


Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.