IFPB Campus Picuí é medalhista destaque da Febrace - Jornal Diário do Curimataú
IFPB Campus Picuí é medalhista destaque da Febrace

IFPB Campus Picuí é medalhista destaque da Febrace

COMPARTILHE
Ana Carolina Abiahy - 

O Campus Picuí do Instituto Federal da Paraíba está comemorando o excelente resultado da participação de sua equipe na 16ª Feira Brasileira de Ciências e Engenharias (Febrace). Com o projeto “CultiveBot - Sistema de Plantação Inteligente”, o grupo foi o quarto lugar nacional na categoria Ciências Agrárias.

A equipe é formada pelos estudantes Gilvan Henrique Dantas, Igor Oliveira da Silva e Francicláudio Dantas da Silva, do 4º ano do Curso Técnico de Informática integrado ao Ensino Médio. O grupo tem a orientação do técnico de Laboratório da área de Física, José Torres Coura Neto, e co-orientação do docente Fernando Costa Fernandes Gomes.

Eles também foram destaque entre as Unidades da Federação, outra categoria que a Febrace prestigia. Para o orientador, a medalha foi resultado de muita luta e dedicação. “Agradecemos o apoio irrestrito da direção do IFPB Campus Picuí e a todos que nos ajudaram de alguma forma”, frisou José Torres Coura.

“A experiência que passamos foi muito significativa, porque tivemos a oportunidade de vivenciá-la ainda como estudantes do ensino médio”, destacou Francicláudio Dantas. Segundo ele, a participação na Febrace promove um grande amadurecimento. “Esse ganho de conhecimento pode nos ajudar tanto no âmbito da pesquisa científica, quanto em trabalhos colaborativos futuramente”, ressaltou o jovem.
O projeto do Campus Picuí visa melhorar a produção agrícola da região por meio de um sistema automatizado de hortas orgânicas. O sistema permite a inserção de sementes no solo, irrigação eficiente e indicação de colheita de produtos orgânicos, como forma de aumentar a produtividade agrícola e reduzir o desperdício de água. A motivação é justamente a região de Picuí que sofre com a escassez de água.

O processo será viabilizado por meio de uma rede de sensores de umidade do solo, umidade do ar e temperatura e por uma câmera. Tais dados serão processados em um sistema web e atuarão por meio de uma placa de desenvolvimento (Arduino) e um braço robótico que permite três movimentos distintos e a manipulação da cultura, todos materiais de baixo custo.

A Febrace é um dos eventos mais prestigiados da área científica e essa é a segunda vez que o Campus Picuí do IFPB é finalista selecionado. O evento foi realizado em São Paulo, na Politécnica da USP. O projeto de 2017 tratava sobre o Desenvolvimento de Robô de Resgate para Olimpíada Científica e tinha os mesmos orientadores e envolvia também os estudantes Gilvan e Igor.

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo WhatsApp (83) 9 8820-0713.