terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Ricardo Coutinho assina contratos do Empreender Paraíba nesta sexta-feira (15)

Governo da  Paraíba –

O governador Ricardo Coutinho participa de uma solenidade, na manhã desta sexta-feira (15), que marca o retorno das atividades do Programa Empreender Paraíba. O evento acontece às 9h, no Espaço Cultural, e celebra a assinatura de contratos para os beneficiários que ficaram com os seus processos retidos após a suspensão do programa.

Durante o evento, que contará com a presença da secretária executiva do Empreender Paraíba, Amanda Rodrigues, também serão anunciados a abertura de inscrições para linha Empreender Inovação Tecnológica, em parceria com a Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado da Paraíba (Fapesq), e o convênio instituído pelo Empreender Paraíba junto ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba (Iphaep), por meio do projeto Empreender Centro Histórico, que visa à preservação e promoção do patrimônio histórico e cultural do Estado, além da revitalização do Centro Histórico de João Pessoa. 

Os primeiros beneficiados do projeto assinarão os seus contratos na solenidade no Espaço Cultural. O Governo do Estado foi liberado para voltar a conceder empréstimos do Empreender Paraíba a partir de duas liminares deferidas no dia 29 de novembro de 2017.  Assim, foi garantida a liberação do programa que estava suspenso desde o dia 8 de novembro por decisão do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB). 

A paralisação do programa afetou cerca de 600 empreendedores paraibanos que estavam com empréstimos em processo de aprovação e que dependiam diretamente desse crédito para se desenvolver economicamente. A empreendedora Antonita Clarindo, do município de Sumé, trabalha com doces e teve as suas vendas de final de ano prejudicadas com a suspensão do programa. 

Ela contou que iria aplicar o crédito do Empreender investindo em compras, ampliação da sua cozinha e na compra de uma geladeira, sendo um instrumento essencial de seu trabalho. “A paralisação do Empreender prejudicou muita gente, inclusive eu que estava com sonhos de ganhar mais, de aumentar a minha renda nesse mês de dezembro, pois temos muitas encomendas para o natal e formaturas. Isso me prejudicou muito, pois eu fiquei sem capital de giro para realizar os meus serviços”, desabafou a empreendedora.

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.
                                                                                                                                                            



COMPARTILHE