quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Prefeitura de Picuí realiza audiência pública para tratar da Saúde do Pet; Vereador Jean Barros (PT), tem propositura nesse sentido

Click Picuí –


Nesta quinta-feira (07), a Prefeitura Municipal de Picuí estará realizando uma audiência pública onde na oportunidade tratarão do programa saúde do pet. Vários temas serão abordados como por exemplo “a condição dos animais no ordenamento jurídico e nas políticas locais”, abandono, maus tratos, zoonoses e controle populacional.

O evento será realizado no auditório municipal, localizado no Centro Administrativo, com início previsto para as 10:00 da manhã e contará com a participação da professora do IFPB Chinthia Campos, doutora em sociologia, além de agentes políticos do município.

Sua participação será de grande valia para o desenvolvimento de ações articuladas visando a promoção do bem-estar animal e da qualidade de vida em nossa cidade. Nesse sentido, em março desse ano foi aprovado na Câmara Municipal de Picuí, um requerimento de autoria do vereador Jean Barros, onde o parlamentar solicitou do chefe do Poder Executivo Municipal ações voltadas para os animais de ruas em nossa cidade. Abaixo a justificativa do parlamentar.

─ É muito comum no nosso município nos depararmos com animais vítimas de maus-tratos, com fome, sede, acometidos por zoonoses (doenças que podem ser transmitidas entre os animais vertebrados e o homem) de diferentes espécies e abandonados pelas ruas da nossa cidade. Muitas pessoas e até associações de proteção tem interferido de forma positiva neste problema, custeando honorários de veterinários, medicamentos e diversas outras despesas com o abrigo e tratamento dos animais, mas infelizmente sabemos que o esforço dessas pessoas não é suficiente. Também é necessário reconhecer que a saúde humana está diretamente relacionada à saúde animal. Existe inúmeros parasitas que causam doenças humanas e que podem ser transmitidos pelos animais ao homem, assim, o aumento populacional de “animais de rua” amplia o risco de contágio por zoonoses. Nesse sentido e reconhecendo que a política de proteção animal no âmbito de nosso município é muito precária e que os cuidados com os animais além de dever do poder público é acima de tudo um ato de caridade humana, proponho o pleito citado ─.

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.




COMPARTILHE