sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Padre que armazenava pornografia de menores no celular é solto após pagar R$ 3 mil de fiança

G1 -

Foram apreendidos preservativos, gel lubrificante, material pornográfico e carteirinhas de time de futebol
 (Foto: Reprodução/TV TEM)
Após pagar fiança no valor de R$ 3 mil, o padre de 66 anos preso por pedofilia em Guapiaçu (SP), nesta quinta-feira (30), foi solto pela polícia e irá responder pelo crime em liberdade.
Segundo a Polícia Civil, as investigações começaram depois que a mãe de um jovem, de 17 anos, fez a denúncia na Justiça da Infância e Juventude. Ela desconfiava dos longos períodos que o filho passava na casa do padre Manoel Bezerra Lima.
Após a denúncia, policiais da Delegacia Seccional cumpriram um mandado de busca expedido pela a Vara da Infância de Juventude de São José do Rio Preto (SP).
Os policiais permaneceram quase 7 horas na casa do padre, que mora em um condomínio fechado em Guapiacu.
Os investigadores encontraram no computador e no celular dele fotos e vídeos de menores de idade fazendo sexo, além de preservativos, gel lubrificante, material pornográfico e várias carteirinhas de time de futebol, todas de menores de idade.
Uma nota oficial publicada pelo bispado diz que só tem conhecimento do caso pela imprensa. O representante da igreja católica em Guapiaçu afirmou que o padre Manoel Bezerra de Lima realizava o serviço de pároco apenas na capela do condomínio em que mora, e não confirmou o afastamento dele das atividades religiosas.

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.

COMPARTILHE