terça-feira, 19 de dezembro de 2017

IFPB Campus Picuí realiza encontro sobre Agroecologia

Ascom -

III Encontro de Extensão, Pesquisa e Inovação em Agroecologia reuniu participantes de todo o país.

O Desafio de Produzir no Semiárido foi o tema do III Encontro de Extensão, Pesquisa e Inovação em Agroecologia realizado, nos dias 12, 13 e 14 no Campus Picuí.

O evento reuniu cerca de 500 participantes, dentre alunos, professores e pesquisadores dos cursos de Agroecologia de todo o país, promovendo um espaço de interação, diálogo e construção de conhecimentos como forma de valorizar o semiárido brasileiro. O encontro visou ainda permitir a valorização dos recursos ambientais, sua interação com o meio, a partir de exposição de ideias e trocas de experiências entre os participantes. Mais de 160 trabalhos científicos foram apresentados e 60 palestrantes de várias instituições como EMPARN, EMATER, INSA, IFPE, UFRPE, UEPB, UFPB, UFCG, UFERSA, IFS, IFPB, Trilhas na Caatinga, CEOP, entre outras.



Durante a programação foram realizadas oficinas, minicursos, mesas redondas, programação cultural, trilhas, palestras, além das apresentações de trabalhos orais, em banner e em rodas de conversa. Durante o encerramento foi realizado o I Dia de Campo da Palma Forrageira do Seridó e Curimataú Paraibano, voltado exclusivamente para agricultores.

De acordo com a coordenação do Encontro, a proposta foi mostrar ao produtor e a futuros pesquisadores da área que o Semiárido é produtivo e rico em sua vasta extensão, e que a convivência com o mesmo deve ser trabalhada a cada dia e de todas as formas. No final do evento ficou evidente que todo o esforço e dedicação dispensados aos preparativos do mesmo renderam frutos e ainda mais laços acadêmicos entre pesquisadores e alunos, agricultores e instituições, instituições e alunos, agricultores e pesquisadores fechando assim um ciclo de aprendizagem e de troca de conhecimentos, sendo então o desafio de se produzir no Semiárido discutido, pensado e repensado e com certeza, a partir de agora enfrentado.

O evento foi organizado pelo Campus Picuí e pelo Núcleo de Estudos em Agroecologia, contando com o apoio de parceiros como o Instituto Nacional do Semiárido (INSA), a prefeitura municipal de Picuí, o Programa Internacional Despertando Vocações para as Ciências Agrárias (PDVAgro) o qual o NEA representa dentro da instituição, o Centro de Educação e Organização Popular (CEOP) e o PROBEXT que financiou o projeto.

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.

COMPARTILHE