quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Criada fonte para pessoas com dislexia

Só Notícia Boa –

Linhas e letras amigáveis, projetadas especificamente para ajudar pessoas que têm dislexia, um transtorno de aprendizagem que dificulta interpretar palavras, letras e frases. Depois de passar anos lutando com sua própria dislexia, o designer gráfico holandês Christian Boer criou uma fonte especial chamada Dyslexie. A criação fez parte do projeto de graduação dele na Utrecht School of the Arts em 2008, como mostrou o SóNotíciaBoaApesar de não afetar a inteligência, a condição pode tornar muito mais difícil coordenar linguagem e comunicação.

Como ele fez

A Dyslexie é uma fonte que emprega uma dúzia de diferentes inclinações, curvas e estilos diferentes que ajudam os disléxicos a ler. As letras usam várias características-chave. Elas têm ligeiras inclinações e mudanças sutis no formato. Isso faz fazem com sejam melhor compreendidas para quem tem dislexia. A letra a, por exemplo é mais fácil de diferenciar. As palavras também são ligeiramente espaçadas.

Resultados

Estudos sobre a eficácia da fonte mostraram que os disléxicos podem ler até 84% mais rápido, eles tem 77% menos erros de leitura e 76% recomendam usar a fonte para outros disléxicos. A melhor parte é que a fonte está disponível para download em vários editores de texto e navegadores da web, gratuitamente, ou por apenas 5 dólares, ou cerca de 20 reais.

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.




COMPARTILHE