terça-feira, 7 de novembro de 2017

Membros da Cooperativa de mineradores de Frei Martinho se reuniram com diretor da DRMH da PB

Setor Mineral -

Os membros da Cooperativa dos Mineradores do município de Frei Martinho, Paraíba  representada nas pessoas do seu presidente Espedito Fonseca, diretor comercial e Francivaldo dos Santos (Galego) e do membro do conselho fiscal Bernadino Neto,  se reuniram, nesta terça-feira (07), com Marcelo Falcão  diretor da Diretoria de Recursos Minerais e Hidrogeologia (DRMH),  e com o Engenheiro de Minas, José de Soares Brito,  para tratarem de diversos pontos de melhoria, da cooperativa. Também participou do encontro o Técnico em Mineração e Pesquisador Antonio de Pádua Sobrinho que tem dando apoio técnico a cooperativa.
Recentemente, por meio por meio do projeto de desenvolvimento rural sustentável do Cariri, Seridó e Curimataú – PROCASE,  a cooperativa iniciou o projeto intitulado: “UNIDADE DE PRODUÇÃO ARTESANAL DE MICA CLASSIFICADA DAS MULHERES DE TIMBAÚBA E QUIXABA DE FREI MARTINHO.”  A proposta é implantar uma unidade produtiva de mica classificada nas  comunidades de Timbaúba e Quixaba, com objetivo de potencializar a cadeia produtiva mineral, agregando valor à produção de mica e implementado  métodos de trabalho com estrutura adequada para o pleno desenvolvimento da atividade, que historicamente faz parte da cultura local, desenvolvendo  a economia da região, implantado novas oportunidades de negócios, com métodos de trabalho produtivo, competitivo e agregando valor ao mineral, visando principalmente as mulheres que farão a capacitação profissional e consequentemente da unidade produtiva de mica classificada.  
O projeto conta com o apoio da Secretaria de Infraestrutura, Recursos Hídricos, Meio Ambiente e Ciência e Tecnologia, por meio da antiga Companhia de Desenvolvimento de Recursos Minerais da Paraíba, hoje Diretoria de Recursos Mineral e Hidrogeologia da Paraíba, DRMH e Prefeitura Municipal de Frei Martinho.

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.

COMPARTILHE