segunda-feira, 20 de novembro de 2017

Estilista negra transformou o racismo das pessoas em marca de sucesso

Maria Chatal –


Olá,  Aqui quem fala é Maria Chantal estilista, designer, customizadora, ilustradora, modelo... e um tantão de outras coisas. Nesse espaço eu busco não apenas comercializar peças, mas enaltecer a autoestima individual e coletiva da comunidade negra. Quando em 2010 resolvi assumir meu cabelo natural,  enfrentei muitos desafios. Pessoas me olhavam com repudio, era ( e ainda sou) obrigada a ouvir piadas/comentários racistas,como por exemplo "cabelo Duro", "Cabelo de mendigo" e passei a receber variados convites pra ir a salões de beleza "ajeitar" meu cabelo. Em 2014 por estar muito envolvida em projetos que tratavam da história, cultura e estética negra na sociedade brasileira, e ler bastante sobre esses assuntos idealizei a marca pra colocar o dedo na ferida, falando de racismo e enaltecendo a estética negra. Mas só em 2015 botei o projeto na rua e nas mídias sociais. E agora ta ai esse meu xodô,  essa loja linda onde todos os produtos são feitos artesanalmente, feito à mão "meixmu". Peças únicas feitas com amor , carinho e com total intenção de espalhar por meio de mensagens e imagens muita auto estima pra toda comunidade negra.

Gratidão pela visita.
 Beijos de melanina










Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.



COMPARTILHE