sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Ator abandona programa ao vivo da TV BrasiL depois de manifestar apoio aos funcionários da emissora, que estão em greve

RD1 –

O ator Pedro Cardoso liderou os trending topics do Twitter no fim da tarde desta quinta-feira (23). Ele abandonou o “Sem Censura”, da TV Brasil, onde participava ao vivo, depois de manifestar apoio aos funcionários da emissora, que estão em greve. Em dado momento do programa, Pedro se recusou em responder as perguntas feitas justificando que não participa de programas pertencentes a empresas que estão em greve.

“Eu vim sentar aqui porque além da greve, que não me cabe julgar, não conheço a negociação e não estou a par (…) Mas eu, diante deste governo que está governando o Brasil, eu tenho muita convicção de que as pessoas que estão fazendo esta greve provavelmente estão cobertas de razão”, disparou.

Surpreendendo os convidados e a apresentadora Vera Barroso, Cardoso reiterou que não falaria de nenhum outro assunto, e visivelmente irritado, criticou Laerte Rímoli, presidente da EBC que gere a TV Brasil. Na última semana, ele fez um post ironizando o discurso de preconceito feito pela atriz Taís Araújo, foi massacrado nas redes sociais e pediu desculpas.

“O sangue africano está presente em todos nós, e em alguns está presente também na pele (…) Se esta empresa que é a casa do povo brasileiro tem na presidência uma pessoa que fala contra isso, eu não posso falar do assunto que eu vim tratar aqui. Eu tenho imenso respeito por todos vocês que estão aqui, eu vou me levantar em respeito aos grevistas”, afirmou.

Neste momento, Vera Barroso o interrompeu falando que respeitava sua saída, justificando o fato de vivermos em uma democracia, agradecendo a passagem do ator pelo programa. Foi quando ele se levantou, cumprimentou um a um e saiu do estúdio.

Logo após isso, um vídeo de Pedro Cardoso na porta da TV Brasil e em frente a uma faixa de greve foi parar nas redes sociais. “Vim fazer o “Sem Censura” porque me falaram que ele não estaria em greve. Mas chegando aqui encontrei os colegas e a empresa está em greve. E eu não vou participar de um programa numa empresa que está em greve. Então eu não vou gravar. Espero que a greve tenha um final feliz pois provavelmente os trabalhadores estão cobertos de razão”, disse.

Nas redes sociais, a atitude do ex-ator da Globo rapidamente foi comentada. “Eu queria que a coragem de Pedro Cardoso fosse contagiosa assim como o ódio e o preconceito são nestes tempos. Parabéns pela Coragem, com C maiúsculo, Pedro Cardoso”, disse uma internauta. “Pedro Cardoso, você é todos nós. Te admiro”, tuitou outra.“O sangue africano está presente em todos nós, em alguns inclusive na pele.” Pedro Cardoso, ator”, publicou um terceiro.




Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.



COMPARTILHE