quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Vice-Presidente da Câmara Municipal de Campina Grande solicita a intervenção de tropas federais

Correio da Paraíba –

O clima de insegurança em Campina Grande fez o vice-presidente da Câmara Municipal, vereador Márcio Melo (PSDC), assinar um requerimento solicitando a intervenção de tropas federais em Campina Grande. O documento será protocolado na na semana que vem e segue para votação, já que durante esta semana não houve sessão por causa das oficinas Interlegis de Marcos Jurídicos. 

Na onda do medo, um comerciante fincou barras de ferro na calçada da loja para evitar que assaltantes usem carros para invadir a loja, como nos últimos casos. Para o vereador que assinou o requerimento, a falta de resposta do Governo do Estado deixa não só a Câmara sem respostas, mas a população. 

“Deixei o documento pronto, assinado, para ser protocolado na semana que vem. Solicita que sejam tomadas providências, já que o Governo do Estado se nega a solucionar e colocar suas tropas na rua. A gente os procura, pede informações e eles não respondem. Esse documento é um pedido de ajuda à Força Nacional. Do mesmo jeito que eles intervêm no Rio de Janeiro e no Rio Grande do Norte, estou pedindo uma ajuda para Campina”, disse.


Embora a Constituição reserve apenas aos governadores dos Estados e Distrito Federal ou ao Ministro da Justiça a requisição de tropas federais, o vereador disse que além de enviar o requerimento ao Governo Federal, encaminhará ainda a deputados federais e senadores.

“De todos os meus colegas não sei se terei apoio para a aprovação desse requerimento, mas vou fazer minha parte e mostrar o que posso fazer. Campina está sofrendo uma onda de assaltos, gente se matando no fim de semana, carro sendo roubado todo dia, inclusive agora há pouco roubaram o carro de um amigo meu. É uma insegurança imensa. Tenho que fazer aminha parte”, explicou.

Segundo ele, além de enviar o documento ao Governo Federal, também encaminhará aos deputados federais e senadores.




Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.



COMPARTILHE