segunda-feira, 2 de outubro de 2017

No Sertão da Paraíba, ex-prefeito é suspeito de construir casas em terrenos doados pelo Dnocs

G1 –


Um ex-prefeito de Belém de Brejo do Cruz, no Sertão da Paraíba, é alvo de um inquérito do Ministério Público Federal na Paraíba (MPF-PB) suspeito de ter usado “laranjas” para se beneficiar da doação de terrenos do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs) para construção de imóveis do programa Minha Casa Minha Vida.

Conforme inquérito instaurado pelo procurador Eliabe Soares da Silva, da procuradoria do MPF em Sousa, também no Sertão, o suposto esquema do ex-prefeito Germano Lacerda da Cunha foi denunciado por um grupo de vereadores de Belém do Brejo do Cruz. Por meio de nota, o procurador informou que, pelo fato do inquérito estar em uma fase inicial, vai aguardar as diligências para se pronunciar a respeito do caso.

O procedimento foi publicado no Diário Eletrônico do MPF no dia 12 de setembro. De acordo com a publicação, o prefeito teria se apropriado dos terrenos usando nomes de laranjas para construir imóveis e vendê-los por meio do programa Minha Casa Minha Vida. O G1 conseguiu contato com o filho de Germano Lacerda, mas ele preferiu não se pronunciar sobre o caso.


Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.

COMPARTILHE