quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Enfermeiros e agentes de saúde fazem protesto em Picuí contra PNAB

Redação / COREN-PB -

Em Picuí, na tarde desta quarta-feira, enfermeiros e agentes comunitários de saúde realizaram um protesto sobre a decisão. Vestindo preto, os profissionais de saúde se uniram para manifestar contra o que está sendo tratado como retrocesso  da saúde pública no país. "Lutamos 18 anos para colocar a saúde básica em ordem e do dia para noite eles querem derrubar tudo", disse uma entrevistada da Creative TV.
No fim do mês de setembro, o juiz federal Renato Borelli, substituto da 20ª Vara do Distrito Federal, suspendeu itens da Política Nacional de Atenção Básica (PNAB) no qual estão definidos que enfermeiros podem solicitar exames complementares, prescrever medicamentos e encaminhar usuárias e usuários a outros serviços. Com a liminar, as atuações dos enfermeiros ficam restritas no Sistema Único de Saúde (SUS) e apenas os médicos podem exercer tais funções.
De acordo com o Coren-PB, o atendimento realizado por enfermeiros, dentro dos protocolos de saúde pública, nas linhas de cuidados prioritários na atenção primária em saúde (APS), vigentes hoje no país, tais como doenças crônicas não-transmissíveis (HAS e DM), tuberculose, hanseníase, saúde da mulher (rastreio para câncer de colo de útero e mama) e sífilis não terão continuidade.


Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713. 

COMPARTILHE