terça-feira, 26 de setembro de 2017

Zona Rural de Barra de Stª Rosa guarda grande tesouro arqueológico inexplorado

BRS Notícias –


A zona rural do município de Barra de Santa Rosa, no Curimataú paraibano, guarda um tesouro arqueológico quase que inexplorado. São pinturas rupestres, feitas em um vasto paredão de rochas, na Serra da Fortuna, sítio localizado a cerca de 9km do centro da cidade. As pinturas rupestres são vestígios pré-históricos deixados por aqueles que nos precederam na aventura existencial pela terra. 

Elas revelam a cultura material, observações naturais, representações de animais, de tribos indígenas pré-históricas. Segundo os estudos realizados pelo Laboratório de Arqueologia e Paleontologia da Universidade Estadual da Paraíba, a região do Curimataú paraibano era habitada por índios da tribo Cariri, logo, os registros rupestres da região podem ter sido efetuados a mais de 2.000 mil anos atrás.

Estudantes e curiosos já visitaram a Serra da Fortuna, contudo, nenhum estudo mais aprofundado foi feito na área, o que requer o trabalho de uma equipe especializada, respaldadas por instituições competentes, que catalogue os registros e efetue uma pesquisa científica qualificada, de modo que o espaço possa ser adequadamente preservado e aberto para visitação.

Sítios arqueológicos espalhados pelo mundo inteiro são usados como forma de atrair turistas e enriquecer a cultura local. Com a Serra da Fortuna não pode ser diferente, além de revelar um vasto tesouro arqueológico, a comunidade é rica em fauna e flora características do bioma Caatinga. 

A serra oferta uma visão panorâmica deslumbrante, outro grande atrativo para quem a visita. É de extrema importância que reconheçamos o valor arqueológico, natural, histórico e cultural que esse lugar tem para a cidade de Barra de Santa Rosa, afinal, se trata da forma como os homens tidos “sem escrita” encontraram de se comunicar entre eles e, consequentemente, conosco. Sendo assim, eles nos deixaram grande contribuição para a melhor compreensão da nossa existência.





Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.



COMPARTILHE