União fala em possível privatização do ensino superior no Rio de Janeiro - Jornal Diário do Curimataú
União fala em  possível privatização do ensino superior no Rio de Janeiro

União fala em possível privatização do ensino superior no Rio de Janeiro

COMPARTILHE
Notícias Ao Minuto –


O governo do Rio de Janeiro poderá demitir servidores e privatizar instituições de ensino superior caso não cumpra a série de ações que validaram o acordo de recuperação fiscal do estado, assinado nesta terça-feira (5). As sugestões, segundo o jornal O Globo, partiram do Tesouro Nacional, que deu aval para a gestão do governador Luiz Fernando Pezão tomar empréstimos de R$ 11,1 bilhões a serem destinados ao pagamento de salários em atraso e de fornecedores.

Outras medidas de compensação sugeridas pela União foram reforma do regime jurídico único dos servidores e criação de alíquota extraordinária de contribuição previdenciária para inativos que ganhem acima do teto.

"Uma vez que a desestatização é uma prática essencial e eficiente não só para o equacionamento das contas públicas, mas também para o ganho de eficiência dos serviços ofertados à população e para adequação do tamanho do estado, essa categoria de medidas de ajuste poderia ser ampliada - passando a abranger a revisão da oferta de ensino superior", diz documento do Tesouro reproduzido por O Globo.

Embora o parecer não mencione quais instituições públicas poderiam ser privatizadas, a principal aposta é a de que a UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro) estaria entre elas.

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.