sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Namorada de Marcelo Rezende revela que era humilhada constantemente pela família dele

RD1 / RedeTv! –


Luciana Lacerda concedeu uma entrevista exclusiva ao programa “A Tarde é Sua”, da RedeTV!, na tarde desta quinta-feira (28), e falou sobre a relação com Marcelo Rezende – morto no último dia 16 de setembro, vítima de um câncer. “Eu me sinto sozinha. Falaram tanta coisa a meu respeito. Se ele estivesse aqui, ele daria um rumo, me defenderia”, desabafou.

Ela desmentiu as declarações dadas na entrevista concedida por dois filhos de Rezende, Diego e Patrícia, ao programa “Conexão Repórter”, do SBT, no último domingo. Na ocasião, eles haviam afirmado que ela era bem-vinda na família e negaram desavenças antes e após a morte do apresentador.

Lacerda contou que os filhos trocaram as fechaduras da casa antes mesmo da morte de Rezende, diferentemente da versão oficial anteriormente divulgada. “Quando nós chegamos para poder pegar a mala [dentro da casa], eu comecei a colocar a mão nas maçanetas para pegar mala, estava tudo trancado, isso enquanto ele estava internado. […] Procurei até saco de lixo, mas não achei. Eu chorei muito e chamei o Geraldo. Ele veio, aí pegamos minhas coisas no braço e colocamos na caminhonete”, disparou.

O programa também mostrou um vídeo em que aparece sendo barrada pelo hospital e depois, consolada por uma enfermeira no local. Segundo Sônia Abrão, uma das filhas de Rezende teria expulsado a mulher do centro médico minutos antes.

Veja a transcrição da conversa:

Luciana: “A filha dele conseguiu subir?”

Enfermeira: “Conseguiu.”

Luciana: “Até o momento ela que fez isso aqui, o problema hoje.”

Enfermeira: “Mas não pega isso pra senhora por que ele gosta demais da senhora. Assim, não deixa de vir por isso, entendeu? O único momento que ele fez uma piada foi disso, sabe? Que a senhora ia vir, que a senhora eu podia deixar entrar, então vem. Aí, a senhora fala assim na recepção. Como o pessoal já viu, aí a senhora vem, entra e aguarda ali na salinha.”

Luciana: “Todo mundo vindo, passeio muita vergonha ontem aqui. Muita vergonha.”

Enfermeira: “A senhora está sozinha?.” Luciana: “Não, estou com a assessora do Geral lá embaixo. Até a casa trancaram para eu não entrar. É uma coisa horrível, eu estou péssima. Então não deixa ele achar que eu larguei ele. Fala pra ele que eu estive aqui.”

Enfermeira: “Que ele estava dormindo, que a senhora falou que amanhã a senhora vai vir.”

Luciana: “Fala por favor. Eu nunca pensei em passar por isso, meu Pai. Eu estou cansada.”

Enfermeira: Então vai descansar, volta amanhã.”

Luciana: “Só diz isso, que eu estive aqui, por favor.” Enfermeira: “Tá.”





Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.



COMPARTILHE