terça-feira, 26 de setembro de 2017

Especialistas apresentam os riscos e benefícios de crianças terem uma alimentação natural

Notícias Ao Minuto –


Apesar de Associação Dietética Britânica (BDA) dizer que o veganismo é adequado para pessoas de todas as idades, muitos especialistas discordam sobre se é ou não sensato criar uma criança vegana. O Independent listou os riscos e os benefícios de criar uma criança vegana.

Riscos

Pode levar a deficiências nutricionais, ingestão energética inadequada e ao crescimento abaixo do esperado, segundo a dietista Judy Moore. É preciso ter atenção para que a dieta forneça quantidades de gorduras, proteína, energia, bem como ferro, vitamina B12 e iodo (nutrientes que por vezes faltam aos veganos). As deficiências nutricionais podem ser especialmente prejudiciais nas crianças, umas vez que ainda estão crescendo e precisam dos nutrientes. “É possível criar crianças com uma dieta vegetariana equilibrada, no entanto, as dietas veganas são muito restritivas e o risco de comprometimento nutricional supera qualquer potencial benefício”, destaca a dietista pediátrica Ana Kristina Skrapac.

Benefícios

Apesar de Ana Skrapac e Judy Moore acharam que não há qualquer benefício de fazer uma criança seguir uma dieta vegana em vez de uma dieta diversificada em com um pouco de tudo, a dietista Bahee Van de Bor destaca que devido ao seu teor naturalmente baixo em gorduras saturadas esta dieta pode ser benéfica. Argumentando que as deficiências nutricionais poderem ser suplementadas, a especialista acrescenta ainda que “as dietas veganas são uma oportunidade para as famílias ensinarem as crianças sobre nutrição e princípios alimentares” e insiste que desde que haja um planejamento cuidadoso, as dietas veganas podem ser nutricionalmente completas. "Considere bem as fontes, bem como a quantidade de proteínas, carboidratos (de preferência com um teor não muito alto em fibras) e, claro, gordura suficiente para garantir que as crianças recebam calorias adequadas para crescer”, aconselha. Os lanches frequentes, para que nunca falte energia, bem como o consumo de alimentos ricos em vitamina C para promover a absorção de ferro vindo de fontes vegetais, são outros conselhos dados pela especialista ao Independent.

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.



COMPARTILHE