sexta-feira, 8 de setembro de 2017

Comerciante é encontrado morto dentro da sua casa em Campina Grande

Portal Correio –


Um comerciante foi encontrado morto, amarrado e amordaçado, na manhã desta quinta-feira (7), no bairro Santa Rosa, em Campina Grande, Agreste paraibano. O homem, de 58 anos, foi localizado por um vizinho que estranhou a casa estar aberta e, ao adentrar a residência, encontrou o amigo já morto. A Polícia Civil esteve no local e está investigando o caso como latrocínio, que é o roubo seguido de morte. Aparentemente ele morreu em decorrência de asfixia.

O comerciante morava sozinho e, na noite anterior ao crime, levou três mulheres para sua casa, na Rua José Sebastião da Silva. Por volta das 9h, o vizinho da vítima, encontrou o corpo e acionou a polícia.


“Ele vendia cereais, manteiga, essas coisas. Como tenho uma venda de bairro, sempre compro a ele. E ele havia deixado uma mensagem pra mim dizendo que havia chegado mercadoria. Liguei várias vezes e ele não atendeu, quando fui lá na manhã seguinte percebi a casa aberta e senti falta do carro dele, da televisão e outras coisas em meio à casa revirada. Chamei um amigo e quando entrei, encontrei ele amarrado em cima da cama, com um pano no rosto”, afirmou Ney.

O vizinho lamentou a morte do amigo e disse que ele morava sozinho e costumava levar namoradas para a residência. A delegada Tatiana Matos, responsável pelo caso, disse que um amigo da vítima confirmou ter levado três mulheres para a casa dele na noite anterior ao crime.

“Estamos investigando o assassinato como latrocínio. Quem fez isso levou inclusive o sistema de gravação de vídeo que havia na residência, para tentar dificultar o trabalho da polícia. Vamos procurar essas mulheres que estavam com ele e aguardar o resultado da perícia para identificarmos os culpados”, disse a delegada.


Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.



COMPARTILHE