terça-feira, 19 de setembro de 2017

Cientistas políticos explicam porque o Brasil é o primeiro país a discursar na 72ª Assembleia da ONU

Notícias Ao Minuto –


Desde 1947, o Brasil é o primeiro país a discursar no evento anual da ONU. Nesta terça-feira (19), Michel Temer abriu a 72ª Assembleia Geral da Organização e levantou uma questão: por que o Brasil é sempre o primeiro país a discursar no encontro? Como destaca a revista Galileu, muitos acreditam que o fato se dá porque o Brasil teria sido o primeiro país a virar membro das Nações Unidas. 

Mas isso não é verdade. A ONU foi fundada por 50 países e, sim, o Brasil estava entre os fundadores. Na segunda Assembleia Geral da história, o primeiro a discursar foi o então ministro das Relações Exteriores Oswaldo Aranha. A partir de então, o Brasil passou a inaugurar o evento mais importante da ONU, mesmo que não existe uma regra escrita sobre isso. 

Segundo a publicação, há quem acredite que essa estratégia foi adotada para evitar as tensões entre Estados Unidos e União Soviética, que iniciavam a Guerra Fria, e Brasil era um país considerado neutro. Em 2011, a então presidenta Dilma Rousseff foi a primeira mulher na história a fazer um discurso inicial na Assembleia Geral da ONU.


Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.

COMPARTILHE