quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Transposição será interrompida na PB, mas Integração diz que não haverá prejuízos

Correio -

O Ministério da Integração Nacional confirmou ao Portal Correio que só irá determinar uma eventual interrupção do fluxo da transposição para a Paraíba quando o açude Epitácio Pessoa, conhecido como Boqueirão, atingir níveis que garantam segurança hídrica para o abastecimento de Campina Grande e outros 19 municípios paraibanos. 
Segundo a Integração Nacional, a interrupção está prevista, mas ainda não tem prazo definido, e não deverá causar prejuízos no abastecimento.
“O Ministério da Integração Nacional esclarece que a eventual interrupção do bombeamento do Eixo Leste do Projeto de Integração do Rio São Francisco não causará qualquer prejuízo no abastecimento de água à população do estado da Paraíba. A interrupção já está prevista desde o início dessa fase de pré-operação – fase de testes e ajustes dos equipamentos hidromecânicos, sistemas elétricos e estruturas de engenharia que conduzem água. Ela só acontecerá em momento oportuno, quando o Açude Epitácio Pessoa estiver com volume suficiente para garantir segurança hídrica à população”, afirmou o ministério.
A discussão se une à polêmica formada após anúncio do governo do Estado de que o racionamento em Campina Grande vai acabar no dia 26 de agosto. A Câmara Municipal de Campina se posicionou contra e a Defensoria Pública do Estado informou que vai à Justiça para barrar essa decisão.


Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.

COMPARTILHE