Erros na anotação de placas de veículos causam polêmica em João Pessoa - Jornal Diário do Curimataú
Erros na anotação de placas de veículos causam polêmica em João Pessoa

Erros na anotação de placas de veículos causam polêmica em João Pessoa

COMPARTILHE
Resumo PB –

Com a pressão das investigações da Operação Irerês, o secretário de Infraestrutura de João Pessoa Cássio Andrade passou a responsabilidade para dois funcionários da Prefeitura pelo suposto erro dos 33 veículos irregulares, entre motocicletas e carros de passeio, que teria transportado as 200 mil toneladas de “lixo” da reforma do Parque Solon de Lucena, a Lagoa.

Com isso, o procurador da República Yordan Delgado, responsável pelo inquérito civil que investiga o caso, convocou os dois funcionários. O Paraíba Já teve acesso ao depoimento de um deles. Trata-se de Ailton Lima da Silva, que trabalha na PMJP desde 1984 e trabalha no setor de topografia. De acordo com o depoimento, Ailton afirmou que ele e mais outro servidor dividiam a função de anotar as placas dos caminhões que transportava o resíduo sólido da Lagoa.


Porém, desde o primeiro momento a Prefeitura alega que a retirada deste material ocorria nas noites de segunda a sexta-feira, e nos feriados durante o dia. Já Ailton contradiz a defesa da PMJP e alegou que o serviço também era realizado nos finais de semana e durante o dia. Ele ainda afirmou que sentia dificuldade para anotar as placas por conta de um problema de visão e que usava um óculos com grau 1 e 1,5.


Leia mais notícias em diariodocurimatau.com,  siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter,  Instagram e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.