sábado, 17 de junho de 2017

Prefeito de Cuité passará por procedimento cirúrgico neste sábado (17)

ClickPicui -

O prefeito Charles Camaraense do município de Cuité (PB), se submeterá a uma angioplastia neste sábado dia 17, em João Pessoa. Durante a semana quando se encontrava em João Pessoa Charles se sentiu mal e após ser atendido no hospital de trauma o mesmo se submeteu a um cateterismo na última quarta-feira (14). Mas por recomendação médica o cuiteense realizará uma angioplastia. Nesta sexta-feira (16), o prefeito usou seu perfil numa rede social para confirmar o procedimento cirúrgico:
“Boa noite amigos, como todos sabem na terça-feira, dia 13 de junho, quando estava em agenda de trabalho em João Pessoa, senti fortes dores abdominais, e fiz alguns exames no Trauma e como resultado foi identificado alterações em algumas taxas. Dia 14 me submeti a um cateterismo, que ocorreu bem, graças ao nosso bom Deus. Por indicação médica, estou em descanso desde então, contudo houve a necessidade de realizar outro procedimento, o qual farei amanhã de manhã, dia 17 de junho, uma angioplastia, que é um procedimento cirúrgico pouco invasivo, empregado para combater a obstrução de artérias. Com fé nosso em Deus, dará tudo certo e sei que, em pouco tempo estarei aí em minha amada Cuité, cuidando de nossa Cidade e de nosso povo. Agradeço as orações e os pensamentos positivos. Abraço a todos”.

*Angioplastia
A angioplastia é um procedimento cirúrgico pouco invasivo, empregado mais frequentemente para combater a obstrução de artérias que conduzem o fluxo sanguíneo até o coração. Em geral, é indicada para portadores de angina, que apresentam essa obstrução por conta do acúmulo de placas de gordura.

Por meio deste procedimento, um cateter com um balão é introduzido, geralmente pela artéria femoral, através de uma pequena incisão na virilha, e guiado até o local obstruído. Lá, o balão é inflado, rompendo as placas e expandindo o diâmetro da artéria.
A angioplastia também é feita comumente para colocar o stent, uma pequena malha cilíndrica de aço cirúrgico que é deixada na região para manter a artéria desbloqueada. É um procedimento relativamente simples (quando feito em caráter não-emergencial) e com pouca probabilidade de complicações. Por essas razões, o tempo de internação é de um dia.
A cirurgia, feita com anestesia local, dura cerca de uma hora e não há dor posterior além da provocada pela incisão. Os cuidados no pós-operatório são determinados pelo médico conforme a situação, mas em geral recomendam-se dois dias de repouso e evitar grandes esforços físicos (como carregar peso) por duas semanas. A alimentação pode ser normal e o fumo é terminantemente proibido.

Leia mais notícias em diariodocurimatau.com, siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.

COMPARTILHE