domingo, 11 de junho de 2017

Músico João Costa deixa legado impecável para cultura de Picuí

Janderye Macedo -


A Filarmônica Cel. Antônio Xavier de Macedo é a terceira mais antiga do estado da Paraíba e tem uma bela história de resistência a modernização que o tempo imputa para cada um de nós, deixando a população cada vez mais distante da cultura popular e se encaixando num mundo onde a tecnologia comanda a todos.
Neste contraponto se destaca a filarmônica de Picuí, com seus músicos que encantam a cada um de nós em várias apresentações que são realizadas durante o ano. No meio de todos, se destacava o veterano João Costa, que completou em janeiro deste ano a marca histórica de 70 anos tocando o tradicional hino de São Sebastião na festa do padroeiro realizada em janeiro e que é algo mais que tradicional e sim uma marca no coração de cada picuiense.
No ciclo de sua vida, o senhor João Costa, deixou um legado impecável de amor a música, a filarmônica, a cultura e a permanência das tradições. Ele, que foi dono de um carisma sem tamanho e apresentação brilhante ao fazer seu próprio show, mostrou que, mesmo tendo tantos anos de serviço prestado a cultura de Picuí, sim, é possível diante de um mundo moderno e diferente de onde a sua história na filarmônica iniciou manter o encantamento e amor pelo patrimônio do povo picuiense.
O Sr. João Costa agora se junta a tantos outros músicos que já fizeram parte desse grande time, numa filarmônica celestial onde lá, eles podem tocar o hino de São Sebastião e tantas outras canções do repertório construído ao longo de décadas para fazer um show nos céus do nosso Picuí.


Leia mais notícias em diariodocurimatau.com, siga  nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Jornal Diário do Curimataú pelo Whatsapp (83) 9 8820-0713.

COMPARTILHE